País deve ganhar 30 mil temporários

O Dia das Mães deve trazer boas oportunidades para os profissionais que procuram empregos temporários. A constatação é da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), que em pesquisa realizada em parceria com o Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo) revelou que 30 mil vagas provisórias deverão ser abertas pelo comércio até o dia 13 de maio.
“Devido à proximidade com a Páscoa, cerca de 26 mil temporários foram mantidos pelo comércio para o Dia das Mães. Por essa razão, a expectativa é que o número total de temporários empregados neste período seja de 56 mil trabalhadores”, informa a associação.
Historicamente, o Dia das Mães é considerado pelos lojistas como a segunda data comemorativa que mais movimenta o comércio – a primeira é o Natal – no volume de vendas e na quantidade de trabalhadores temporários. Por essa razão, de acordo com a Assertem, estima-se que 10% dos contratos deverão ser mantidos após a data, sendo 18% em situação de primeiro emprego.
Vale lembrar ainda que, na comparação com o mesmo período do ano passado, o número de oportunidades aumentou 6,4%.

Perfis

As pessoas com idades entre 18 e 39 anos deverão ocupar 60% das vagas oferecidas no período. Aproximadamente 5,4 mil candidatos contratados (18%) serão jovens em situação de primeiro emprego. “Esta é uma característica do trabalho temporário, que, embora seja um tipo de contratação for mal, não exige experiência. É a chance que o jovem tem de adquirir conhecimento profissional e mostrar seu potencial”, afirma o diretor de comunicação da Asserttem, Evando Freitas de Sousa.
Para o Dia das Mães, as vagas são nas seguintes funções: atendimento, crediário, telemarketing, vendas, repositor, promotor de vendas, estoquista, fiscal de loja e de caixa e telemarketing. As contratações serão feitas principalmente pelos setores de roupas, acessórios, perfumaria e aparelhos eletroeletrônicos.
Segundo a presidente da associação, Jismália de Oliveira Alves, a remuneração média prevista para o período será de R$ 900, podendo chegar a R$ 1.600, com direito a benefícios como vale-transporte e vale-refeição. “Ensino médio completo, disponibilidade de horário, facilidade para o trabalho em equipe, boa comunicação e dinamismo são algumas das exigências para os candidatos”, explica Jismália.

Regiões

Por concentrar o principal foco do comércio no país, a região Sudeste, sozinha, responde por 51,87% das vagas que serão abertas. O Sul, com 17,6% das vagas, e o Nordeste, com 15,42%, aparecem em seguida. Centro-Oeste (8,74%) e Norte (6,35%) oferecerão as menores quantidades de vagas.
Entre os estados, São Paulo representa 29,87% das contratações no período, com saldo de 8.961 trabalhadores. Outro estado que também deve movimentar o mercado de contratações é Minas Gerais, com a fatia de 21,09%, com 3.282 trabalhadores empregados.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email