10 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

País apresenta crescimento de 0,55% no estoque de celetistas

Em todo o Brasil, foram registradas 1.410.462 admissões e 1.229.043 demissões. O saldo de 181.419 novos empregos formais superou a expectativa do ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, que previa um saldo de 100 mil postos. O resultado equivale a um crescimento de 0,55% em relação ao estoque de empregos do mês anterior e supera em 27% o recorde anterior de janeiro de 2008 (+142.921).

O diagnóstico nacional colocou a indústria de transformação também em alta em termos de empregos, depois da desaceleração sofrida em dezembro do ano passado. Houve aumento de 68,9 mil postos de trabalho com saldo superior em 17% ao recorde anterior para o mês, ocorrido em janeiro de 2008 (59 mil postos).
“A indústria forte é sinal de recuperação total da economia. Esta é a demonstração de que o ano começa muito bem e mais uma vez digo que teremos o melhor ano na geração de empregos na história do país”, afirmou o ministro do trabalho e emprego, Carlos Lupi.

Resultado recorde

O setor de serviços obteve resultado recorde para período em toda a série do Caged, ao gerar 57.889 empregos – crescimento de 0,44%. A construção civil destacou-se com 54.3 mil vagas criadas, registrando o melhor resultado absoluto para todos os meses da série histórica e a maior taxa de crescimento do emprego, dentre todos os subsetores da atividade.

Razões sazonais

Os únicos setores a registrarem redução no emprego, na análise nacional, foram o comércio (- 6.787 postos), por razões sazonais vinculadas ao término de contrato realizado para atender o aumento das demandas do final de ano, e a administração pública (- 806 postos).

Os estados da federação que mais se destacaram na criação de empregos em janeiro foram, e ordem decrescente: São Paulo (+ 51,1 mil), Minas Gerais (+ 20.4 mil), Santa Catarina (+ 19.2 mil) e Rio Grande do Sul (+ 18.8 mil).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email