‘Página Virada’; história contada

Dois mil e treze anunciava o que viria a ser o Brasil dos próximos anos, a ocupação das ruas brasileiras em junho com manifestações e mobilizações cresceram e foram para mais de 130 cidades no Brasil, reivindicando saúde, educação, mais investimentos públicos do governo Dilma Rousseff. 

A frase que saudava aquele momento era: “O gigante acordou”. 

No Jornal do Commercio, em Manaus, o advogado Alfredo Andrade, com 49 anos de profissão já escrevia sobre economia e política como articulista, e começou a escrever sobre esse período conturbado do governo do Partido dos Trabalhadores (PT), entre os anos de 2014 e 2019. 

Foi daí que nasceu o livro “Página virada”, publicado pela editora Selo Editorial Temporal, lançado em novembro de 2019. “A ideia nasceu da vontade de compilar os artigos que já haviam sendo publicados durante dois anos. Foi quando os editores Fred Novaes e Elcias Moreira me procuraram, essa ideia veio à tona, e daí nós elaboramos o livro”, destaca Alfredo Andrade.

O livro é uma crítica sobre política, economia e sociedade, além de indignação com o governo petista, envolvido em casos de corrupção e de desvio de dinheiro na Petrobras.

O Processo de criação 

O processo de criação dos artigos do livro “Página virada” tem uma linguagem as vezes técnica, poética, e em alguns momentos recorrendo aos fatos históricos, mas sem querer ser didático. O autor tem a intenção de levar ao leitor a reflexão sobre os fatos políticos, econômicos e sociais, além de sugerir soluções para crises devido a experiência de décadas na atuação como advogado. 

Para isso, Alfredo Andrade escreveu os artigos com uma visão crítica e opinativa pautada no que via nas ruas, e noticiários diários, tendo em vista o cenário econômico em que o país se via atingido, fruto da deterioração dos cofres públicos.

Os textos abordam as consequências das operações e prisões da operação Lava-Jato, a crise do governo de Dilma Rousseff, culminando na saída da presidente via impeachment, a rápida passagem do governo Temer e o conturbado processo eleitoral de 2018, com a eleição de Jair Bolsonaro.

Em um dos textos, de 22 de novembro de 2014, Alfredo Andrade escreve:

“Numa estrutura corrompida não pode haver vontade política para a implantação de uma estratégia anticorrupção. O que é bem pior é não sabermos estimar se o brasileiro realmente se incomoda com a corrupção, rebela-se contra ela, ou seja, efetiva esforço para a criação de mecanismos anticorrupção; pelas práticas educativas herdadas, das escolas, empresas e convívio familiar”.

O autor vai além da política em alguns artigos, como por exemplo, em de junho de 2019, onde faz uma análise da juventude em relação a tecnologia, e a quantidade de informação disponível atualmente, gerando muitas vezes dispersão e falta de foco. “Cada informação é uma pílula que invade seu cérebro, exigindo uma hiperatenção cujo objetivo é conduzir o jovem ao grau máximo da eficiência. Ressalta o texto.

A eleição de 2018 

O processo eleitoral de 2018, e a eleição de Jair Bolsonaro também compreende o período de compilação dos textos que estão no livro “Página virada”. Para o escritor Alfredo Andrade a derrota do PT nas urnas foi um voto de repúdio e uma resposta ao sistema de corrupção dos anos de “Lulopetismo”.  

Analisando a situação atual do PT, o escritor e advogado Alfredo Andrade alerta: “Eu não posso afirmar, mas enquanto eles não fizerem o mea culpa e não fizerem uma análise intrínseca de tudo que ocorreu, e não surgir um nome limpo e fora da Lava-Jato, vai ser difícil o PT se reerguer.” 

O autor do livro “Página virada” também destaca que sua leitura hoje está mais no cenário político do que no campo jurídico. Alfredo Andrade continua escrevendo artigos para o Jornal do Commercio e não descarta a possibilidade de produção de um novo livro. “Estamos começando a dar uma examinada quanto ao número de artigos que já temos posteriores ao lançamento deste livro.” Afirma. 

Sobre a imprensa e a mídia, Alfredo Andrade lembra da importância da pesquisa, informação e apuraração antes da publicação dos fatos e se preocupa com a deturpação da informação, seja pelas redes sociais ou veículos de comunicação.

O Selo Editorial Temporal.

O livro “Página virada” foi lançado pelo Selo Editorial Temporal, criado pelo escritor Elcias Moreira, que tem como objetivo a publicação de produções de qualidade. “Página virada” pode ser adquirido na página do Selo Editorial Temporal, onde o visitante encontra outras obras publicadas pela editora.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email