6 de maio de 2021

Pacote de obras de inverno que vai levar tapa-buracos para 1,7 mil ruas

A Prefeitura de Manaus lançou um pacote de obras de inverno, que vai levar ações de tapa-buracos para 1,7 mil ruas de Manaus. O primeiro bairro beneficiado foi o Jorge Teixeira, na zona Leste.

O pacote envolve 300 servidores terceirizados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), que vão trabalhar nas imperfeições dos pavimentos, com obras de tapa-buraco em, pelo menos, 14 bairros, nesta primeira fase. Ao todo, R$ 30 milhões serão investidos ao longo de seis meses, de acordo com o prefeito David Almeida.

Estamos com um orçamento reduzido, mas vamos cumprir todo nosso cronograma. Nesta primeira etapa de obras, investiremos R$ 5 milhões por mês e, muito em breve, lançaremos outros projetos com recursos do Tesouro municipal.  Chamei todos os responsáveis pelas empresas que estão no projeto e informei que estarei diariamente presente nas ações fiscalizando os trabalhos, não desperdiçaremos nada, assim será”, afirmou o prefeito.

De acordo com o prefeito David Almeida, mesmo o déficit de R$ 1,4 bilhão no orçamento da prefeitura, não será motivo para desestimular a gestão que está em busca de melhorar e economizar, para que mais obras sejam realizadas. O prefeito ainda garantiu que irá fiscalizar diariamente as ações terceirizadas para que não haja desperdícios.

Para Marcos Rotta, o pacote de obras de inverno marca o início de um processo de futura terceirização de mão de obra, uma vez que pelo menos 80% dos servidores da secretaria foram afetados diretamente pelos decretos de circulação impostos pela pandemia de Covid-19, o que deixou apenas 200 homens à disposição para trabalhar na infraestrutura das 18 mil ruas de Manaus.

“Estamos iniciando um novo tempo.  São 300 novos servidores terceirizados que estão à frente dessas obras. Se faz necessário, pois dos nossos mil homens, aproximadamente 800 estão afastados em virtude da pandemia, ou em processo de aposentadoria. A Seminf atingiu seu objetivo com homens que são verdadeiros heróis. Agora vamos investir em novas frentes”, concluiu Rotta.

A rua Coirama, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, foi a primeira beneficiada pelo pacote de obras recém-lançado e que acontecerá em toda a capital. Para o radialista Noeli Caldas, que vive há 25 anos no bairro, a ação é transformadora, uma vez que, em tempos de chuva, ele nunca viu a prefeitura trabalhar o asfaltamento nas ruas.

“O prefeito David e o vice Marcos Rotta estão mostrando que basta vontade para se trabalhar de verdade. Estão provando que dá para fazer asfalto mesmo durante o inverno. Com eles essa desculpa acabou. No dia do meu aniversário de 71 anos eu ganho minha rua com asfalto de qualidade como presente”, comemorou.

Faixa de Pedestre em 3D para chamar a atenção de motoristas

Faixa de pedestre em 3D de Votorantim (SP) não foi pintada em um estágio avançado para não confundir motoristas. Foto: Divulgação

A prefeitura de Votorantim, cidade a cerca de 100 km de São Paulo, pintou sua primeira faixa de pedestre 3D. A intenção da iniciativa é chamar mais atenção dos motoristas e facilitar o deslocamento seguro dos pedestres. A Avenida 31 de Março foi a escolhida para receber a arte inovadora, chamada também de intervenção de urbanismo tático pelo órgão municipal, que usou o Departamento de Trânsito para realizar a mudança na via. A ideia é que os motoristas reforcem o cuidado ao notarem faixas “flutuantes”, isto é, que sobressaem-se ao relevo do asfalto por conta da estratégia da pintura. A medida faz parte das atividades ligadas ao 56º aniversário de instalação do município.

As faixas apresentam símbolos presentes nas bandeiras de Votorantim. Uma possui os ramos de louro, que simbolizam “as vitórias tanto do trabalho sobre as riquezas naturais quanto da política em relação ao desmembramento territorial e à emancipação da cidade”. Outra faixa leva uma estrela — que significa união — e uma terceira mostra engrenagens — em homenagem às indústrias. Embora haja a preocupação com os pedestres, a Prefeitura também tomou cuidado para não elevar os efeitos da arte a um nível avançado: “A faixa em 3D não foi pintada com efeitos hiper-realistas, justamente para evitar qualquer tipo de confusão visual ao condutor do veículo”, informou a prefeitura.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email