4 de dezembro de 2021

Os melhores países com tecnologia 5G

O artigo inicia uma série de reflexões sobre os melhores países que estão liderando a tecnologia 5G.

Segundo o lendário guru Peter Drucker, assim como na Revolução Industrial, em que as ferrovias levaram desenvolvimento por onde passavam, na Sociedade do Conhecimento, a internet faria o mesmo. Então, quanto mais a aprimorarmos, dando acesso a um bom serviço para a maioria da população, melhor para o desenvolvimento de qualquer região do planeta.

Neste sentido, a tecnologia 5G deveria ser assunto considerado prioritário no Brasil, pois é a evolução natural das 3G e 4G, com o diferencial de oferecer mais velocidade de conexão à internet aos aparelhos eletrônicos, bem como ampliar o escopo do uso para objetos inteligentes, cujas aplicações já estão presentes em países que se adiantaram no assunto e que estão fazendo revoluções com a e-mobilidade, a Indústria 4.0 e as cidades inteligentes.

Em grande síntese, a tecnologia 5G traz mais velocidade para downloads, uploads, conexões mais estáveis e cobertura mais ampla, sendo possível imaginar inúmeros benefícios que teríamos se fosse possível garantir uma 5G capaz de permitir que mais de um milhão de aparelhos se conectem por metro quadrado.

O primeiro país a lançar uma rede nacional de 5G para smartphones foi a Coreia do Sul, no dia 03/04/19, uma vez que o Governo Nacional priorizou investir nesta tecnologia para estimular a sua economia, cujas políticas públicas e boas práticas serão abordadas com mais detalhes nos próximos artigos. Além da Coreia do Sul, vários outros países também estão fazendo o dever de casa, então vejamos alguns números de três rankings que avaliam e classificam os países em relação a adotação da tecnologia 5G.

Primeiro ranking) os melhores segundo a Opensignal

Iniciemos com um levantamento básico feito pela Opensignal, publicado em Abril/21, sobre as regiões referências (benchmark) em experiências com 5G <https://bit.ly/3Ea7wRd>. 

Segundo esse estudo, em termos velocidade de Download (Mbps), em nível nacional, os melhores são Coreia do Sul (361 Mbps), Taiwan (309,9), Emirados Árabes (269), Austrália (239,6), Japão (231,5), Arábia Saudita (229,8), Finlândia (219,5), Kuwait (212,9), Suíça (173,3) e Áustria (162,8). 

Em termos de velocidade de Upload, os destaques são Taiwan (36,7 Mbps), Holanda (34,7), Suíça (33,4), Coreia do Sul (27,3), Finlândia (24,5), Alemanha (23,9), Emirados Árabes (22,9), Áustria (22,5), Tailândia (21,9) e Arábia Saudita (21,0). 

De um modo geral esses países se destacam em experiências bem-sucedidas de 5G envolvendo vídeos (destaques para Holanda, Taiwan e Coreia do Sul), games (destaque para Coreia do Sul, Holanda e Irlanda) e aplicativos de voz com destaques para Coreia do Sul, Irlanda e Holanda. 

Neste ranking, em nenhum momento o Brasil aparece.

Segundo ranking) Os melhores segundo a Viavi Soluções

Segundo um relatório publicado no dia 28/06/21, pela Viavi Soluções <https://bit.ly/3ljFMAR>, a tecnologia 5G está disponível em 1662 cidades de 65 países, das quais 301 cidades são novos atores, representando um crescimento de 20% em relação ao ano anterior.

Segundo esse relatório, os dez melhores países em termos de quantidade de cidades com cobertura 5G são: China com 376 cidades, EUA (284), Filipinas (95), Coreia do Sul (85), Canadá (81), Finlândia (72), Espanha (68), Itália (60), Reino Unido (56) e Arábia Saudita e Austrália com 37 cidades cada. 

Em termos de região, a Ásia lidera com 641 cidades, seguido pela região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) com 623 cidades e as Américas com 398 cidades. 

Sem nenhuma novidade, nesse ranking o Brasil também fica de fora.

Terceiro ranking) Europe 5G Readness Index 

Apesar de ser aplicado apenas aos países da Europa, este ranking é muito interessante pela robustez da metodologia, pois ela é mais holística do que as demais e nos ajuda a compreender as seis categorias necessárias para uma nação ser forte em tecnologia 5G:

1) Infraestrutura e Tecnologia: inclui fatores relacionados com a infraestrutura fixa e móvel existente que serão usadas para as redes de 5G, bem como os passos preparatórios para desenvolver essa nova tecnologia;

2) Regulamentação e Políticas: aborda sobre a estrutura política e normativa que serão chaves para facilitar o rápido processo de implantação das redes 5G;

3) Inovação: inclui fatores que contribuem para o desenvolvimento de novas tecnologias a partir das perspectivas financeiras e de P&D;

4) Capital Humano: foca nos fatores relacionados com a qualidade do sistema de educação e as iniciativas de treinamentos necessários para o desdobramento e adoção das novas tecnologias relacionadas com a 5G;

5) Perfil do país: inclui fatores relacionados com a situação econômica do país, o nível de competitividade das indústrias de Tecnologias de Informação e Comunicação, bem como o apoio do Governo ao uso de novas tecnologias;

6) Demanda: inclui fatores que se relacionam com a adoção das novas tecnologias fixas e móveis, bem como uso da internet.

O documento completo pode ser solicitado pelo e-mail [email protected] e de acordo com este relatório, os dez melhores países da Europa em 5G são: Finlândia, Suíça, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Reino Unido, Holanda, Noruega, Luxemburgo e Áustria, sendo que os próximos artigos serão dedicados a abordar as políticas e boas práticas de alguns desses países.

Finalmente, enquanto há países investindo pesado em e-mobilidade, Indústria 4.0 e tecnologias 5G, o Brasil segue com pautas atrasadas, perdendo tempo e dinheiro com distrações como kit gay, doutrinação nas escolas, ataques às universidades, às vacinas, voto impresso, desfile de tanques velhos com o aviltamento dos símbolos nacionais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email