Os 50 anos da Mundo Cristão

O Brasil é um país de não leitores. Segundo a pesquisa Retratos da Leitura, o brasileiro lê, em média, menos de quatro livros por ano. Resultado disso é que o setor não cresceu nos últimos anos e a perspectiva não é boa.
Mas, apesar da falta de leitores e da crise financeira, a Editora Mundo Cristão, um dos principais selos editoriais do Brasil, comemora 50 anos de existência.
Fundada em 1965 pelo norte-americano Dr. Peter Cunliffe, a editora é dona de uma história vitoriosa. A empresa, que começou com apenas quatro funcionários, já publicou mais de 350 autores sendo 17% nacionais. Com o objetivo de ser a maior distribuidora de livros entre os países de língua portuguesa, anualmente são publicados de 35 a 40 títulos, distribuídos no Brasil e em países como Angola, Moçambique e Estados Unidos.
Em 2015, a Mundo Cristão comemora cinco décadas servindo como instrumento para a transformação de vidas. Sendo um dos principais selos editoriais do país, a MC mantém como marca a produção de livros vitais para o cristianismo brasileiro e o fortalecimento das famílias. Tudo isso com o compromisso de andar em sintonia fina com a revelação bíblica e a teologia cristã histórica. Fundada em 1965 pelo Dr. Peter Cunliffe, missionário norte-americano, os trabalhos da MC foram iniciados através da revista Mundo Cristão, de orientação à família. Nos anos seguintes, com o crescimento numérico, econômico e social de cristãos no país, já assumia um papel mais estratégico, por meio da ampliação e desenvolvimento de sua visão editorial. Publicou dezenas de livros, entre eles A Bíblia Viva, tradução que marcou a história da evangelização no Brasil com a distribuição gratuita de mais de 20 milhões de exemplares do Novo Testamento O mais importante é o amor.
Em 1985, Peter Cunliffe, que tinha planos de fundar uma editora na França, convidou o norte-americano Mark Carpenter para trabalhar à frente da empresa: “Precisei compreender nossas maiores carências e fragilidades, para dar conta do trabalho que estaria por vir. Sempre soube que o melhor caminho era o excelente serviço aos nossos leitores, e procurei contagiar a equipe com a ideia da excelência em tudo”, afirma Carpenter, que é jornalista, mestre em Letras Modernas e, desde então, presidente da MC.
Com um início cheio de dificuldades e desafios, guardado o contexto histórico e político que o Brasil enfrentava, a editora que começou com apenas quatro funcionários, encontrou na excelência do trabalho e atendimento aos fornecedores e leitores, a chave para o sucesso. Sendo a primeira editora evangélica a conquistar espaço no competitivo mercado das livrarias gerais e a participar de da Bienal do Livro.
Uma demonstração do comprometimento com o alto padrão de qualidade e com a satisfação dos leitores, colaboradores e fornecedores, a Mundo Cristão se tornou, também, a primeira editora no Brasil a receber o selo ISO 9001:2008, uma grande e reconhecida conquista.
Sem ser vinculada a nenhuma denominação ou instituição eclesiástica, dentro ou fora do Brasil, a editora consegue atingir todos os públicos com a produção de títulos de grande utilidade e relevância para a família. Com o objetivo de ser a maior distribuidora de livros entre os países de língua portuguesa, a MC publica anualmente de 35 a 40 títulos, distribuídos no Brasil e países como Angola, Moçambique e Estados Unidos. Ao longo da história, cerca de 800 obras foram publicadas.
Fora o espaço importante conquistado nas prateleiras das livrarias do Brasil e do exterior, a MC tem a preocupação de se adequar às novas mídias, investindo na produção de títulos na versão e-book, além do forte engajamento nas redes sociais, sendo, por exemplo, a 2ª editora brasileira com mais seguidores no Twitter, ultrapassando a marca de 100 mil seguidores. O que proporciona uma maior aproximação e relacionamento entre leitor e editora.
Prioridade máxima, a publicação de obras originais e autores nacionais ganham cada vez maior importância no cotidiano da editora, contribuindo para a melhor qualificação da liderança cristã brasileira. Atualmente cerca de metade das publicações são originais, constituindo um grande avanço à medida que historicamente dos mais de 350 autores já publicados somente 17% eram nacionais.
Como parte do ano comemorativo a editora preparou ações especiais como a promoção #MC50anos que, a partir de Abril sorteará 50 livros até Setembro, novidades nas redes sociais e outras surpresas ao longo de 2015.
Nossa missão sempre foi em prol da transformação que ocorre quando uma alma se rende ao evangelho. A dinâmica de comunicação que ocorre entre escritores e leitores gera um ambiente fértil para o autoconhecimento, o insight e a transformação. Existimos para promover e facilitar esta dinâmica, para a honra e glória de Deus. Mark Carpenter, presidente da MC.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email