Órgãos de segurança pública do AM aderem ao Sinesp

Os órgãos de segurança pública do Amazonas são o nono do País a aderirem ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), a maior rede de dados criminais e ferramentas policiais do Brasil. O termo foi assinado pelo secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, nesta sexta-feira (18/12), em Manaus, em um encontro que reuniu toda a cúpula da segurança amazonense e representantes do Ministério da Justiça.

A expectativa é de que as primeiras ações da adesão já comecem a sair do papel em fevereiro de 2021, com a implantação no Estado de sistemas para atendimento de chamadas emergenciais para a população e melhorias no atendimento nas delegacias. Essas medidas devem beneficiar, principalmente, o interior do Estado e representam uma economia de custos sem precedentes para o estado, uma vez que os sistemas são do Governo Federal, a quem caberá o desembolso financeiro.

“Isso é muito importante, porque nós vamos ter acesso e integrar um banco nacional de informações. Esse banco é importantíssimo para a Segurança Pública, principalmente para a parte investigativa, bem como o policiamento preventivo”, enfatizou Bonates.

Responsável pela Gestão e Integração de Informações, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o coronel Bilmar Angelis disse que a tratativa com o Amazonas tem o intuito de trazer algumas estratégias utilizadas pelo Governo Federal para promover integração de dados, informações e processo de trabalho bem sucedidos.

De acordo com Angelis, algumas dessas soluções visam facilitar procedimentos em delegacias, bem como a acessibilidade à população que reside nas áreas mais distantes, como a Delegacia Virtual.

“A partir da assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o estado, vamos começar um cronograma de implantação dessas soluções e acredito que, no início do ano, já teremos algumas delas implementadas”, disse.

Participaram da reunião, o secretário executivo de Segurança Pública, coronel Anézio Paiva, o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, a Delegada-Geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, o secretário de Administração Penitenciária, coronel Vinícius Almeida, o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito, Rodrigo de Sá, e o diretor do Departamento de Polícia Técnico-Científica, Lin Hung Cha.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email