Organizadores de eventos investem em novas tecnologias

O acesso fácil à tecnologia está trazendo para organizadores de festas e eventos um problema complicado: a sofisticação na clonagem de ingressos e credenciais. Com um PC doméstico, scanners e impressoras é possível copiar qualquer coisa. Para enfrentar esse problema, a Dimpe GPS testou em um camarote na Festa do Peão de Barretos um sistema inédito de leitura de digitais.
Essa tecnologia permitirá também que os organizadores tenham um histórico do comportamento de seus convidados nos principais eventos. Ou seja, comportou-se mal, bebeu em excesso ou causou algum tipo de problema, vai estar registrado no banco de dados. Vários países na Europa já utilizam o sistema que reduziu drasticamente o índice de confusões nas festas.
De acordo com Josué Dimas de Melo Pimenta, presidente da Dimep GPS, trata-se de um sistema exclusivo e pioneiro no Brasil que garantirá maior tranquilidade e aos organizadores de eventos. “As pulseiras de identificação ou as credenciais não conseguem inibir a ação dessas pessoas”, explicou Josué.

Evita penetras

Outro ponto importante de utilizar a biometria é a garantia de que a pessoa convidada é mesmo aquela que está no evento. Não há como outro convidado entrar, pois a digital é única e inviolável.
A Dimep/GPS é a maior do gênero do país, com participação de 80% no mercado brasileiro. Somente em 2006, a empresa foi responsável pela gestão de fluxo de mais de 10 milhões de pessoas em eventos como Carnavais de São Paulo e Rio de Janeiro, vários shows musicais, Festa de Barretos e Fórmula 1.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email