Opinião: RH 2.0 – VOCÊ JÁ CHEGOU LÁ?

Entre as inúmeras definições de Web 2.0, encontramos sempre referências a seu favorecimento à participação, ao compartilhamento, à interação. Daí a minha reflexão: o RH é uma área 2.0? E minha resposta seria: tem tudo para ser, já que é a área que atua diretamente com as pessoas, gerida por indivíduos com a missão de ouvir, pedir feedbacks, conhecer e desenvolver profissionais.
Se uma parte do “ser 2.0” provém da atitude, é a intimidade com o mundo virtual que ajuda o RH a compor possibilidades de uso da internet (e intranet) como instrumento estratégico para a área e para a empresa.
Infelizmente, quando se fala do uso da internet pelo RH , o que vem à mente de muitas pessoas é a prática de vasculhar a vida dos candidatos no Facebook para avaliar seu caráter. Não é um uso dos mais lisonjeiros, e, com certeza, não é 2.0.
Mesmo o uso de surveys e os cardápios de benefícios estão muito aquém das possibilidades
Há inúmeras oportunidades na rede interna para o profissional de RH desempenhar seu papel no fomento do aprendizado e da inovação, os principais pilares da era do conhecimento.
Enquanto consultora em Inovação e Adoção de Ambientes Virtuais, fico feliz (e aliviada) em ver profissionais de RH resgatando seu espaço em programas como os de Geração de Ideias ou de Gestão do Conhecimento. Mas as oportunidades não são só essas: o RH pode criar estratégias motivacionais e educativas através de jogos e campanhas. Pode prover espaços para a interação social. Pode criar inúmeras plataformas de diálogo com o próprio RH, com a cúpula ou com outras áreas.
E pode também, aliás – deve – amparar iniciativas como os Wikis ou as Redes Sociais Corporativas favorecendo a mudança de cultura organizacional rumo à participação e o trabalho em rede.
Como diz Fernando Viberti, diretor do Instituto Intranet Portal, “nada mais natural (e urgente) que o RH esteja no “núcleo duro” das principais decisões estratégicas, onde se define como apoiar o negócio e o que priorizar na intranet para torná-la uma efetiva ferramenta de trabalho”.

E a mim só resta dizer: RH, aproveite!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email