Operações apresentam forte crescimento

O volume total das operações de crédito atingiu R$ 854,1 bilhões em setembro de 2007, isto representou um aumento de 1,4% no mês e 24,8% no ano. O percentual mensal demonstrou um crescimento menos acentuado em relação a julho e agosto (2,25% e 2,98%, respectivamente). Mas, vale lembrar que o mês de setembro contou com 19 dias úteis, ante 23 dias úteis em agosto e 22 dias úteis em julho.

Os créditos com recursos livres, isto é, sem recursos compulsórios ou governamentais, continuam representando a maior participação no crédito total, com 70,2%. Em setembro, este montante somou R$ 600 bilhões, que representou um crescimento de 20,4% no ano. O restante, ou seja, 29,8% do volume total, refere-se às operações com recursos direcionados que atingiu R$ 254,1 bilhões, e teve um aumento de 8,5% no ano. Em relação ao PIB, o saldo de crédito total atingiu 33,1%.

Dos recursos livres, destacam-se o crescimento do crédito para consumo, traduzidos no crédito pessoal e financiamento de veículos e outros bens.

Os empréstimos destinados ao financiamento de veículos e outros bens (móveis e eletrodomésticos) totalizaram em setembro R$ 88 bilhões, que representou um aumento de 2,6% no mês e 23% quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

As operações de leasing para pessoa física também se destacaram, com um crescimento em 12 meses de 70% e no ano de 59,4%, atingindo um volume de R$ 22 bilhões em setembro.

Os recursos relativos ao crédito pessoal, que incluem também as operações consignadas, tiveram um crescimento de 1,1% no mês e 20,9% em base anual.

Esta modalidade representa 42,1% do total de crédito para pessoa física e atingiu em setembro o montante de R$ 97 bilhões. Já o crédito consignado teve um aumento de 1,6% no mês, totalizando R$ 60,8 bilhões em setembro de 2007 e quando comparado ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 36,3%. Recentemente, o grau de expansão desta modalidade tornou-se maior no segmento dos trabalhadores privados, com um aumento de 42% em 12 meses, embora o volume de empréstimos consignados para os servidores públicos continue apresentando ritmo elevado, 35% em 12 meses e concentre quase a totalidade deste tipo de empréstimo.

Desde 2004, o aumento da participação do crédito consignado em relação ao crédito pessoal tem sido consistente, saiu de 27,4% e hoje representa 56,7%. Este fato pode ser explicado por esta modalidade apresentar custos menores ao tomador e dar maior segurança ao credor.

Empréstimo imobiliário têm alta contínua

Além das modalidades já citadas, vale também destacar o contínuo crescimento das operações de empréstimo imobiliário, que apesar de possuir uma participação pequena no volume total de crédito, apenas 0,9%, tem se apresentado com uma das modalidades de crédito que mais cresceu nos últimos anos. A expansão do financiamento imobiliário em base mensal, anual e em 12 meses foi de 10,6%, 62% e 84,4%, respectivamente.

Os empréstimos para pessoas jurídicas tiverem um aumento de 1,4% no mês e 26,2% em 12 meses, o que representa um saldo em estoque de R$ 304 bilhões.Neste segmento, podemos destacar as operações de capital de giro, que vem crescendo a taxa de 41% quando comparada ao mesmo mês do ano anterior e atingiu R$ 82 bilhões em setembro. Os recursos referentes à aquisição de bens aumentaram 2,8% em relação agosto e somaram em setembro R$ 16,1 bilhões. O financiamento imobiliário também merece destaque ao expandir 51,5% em 12 meses.

Quanto aos saldos por atividade econômica, os recursos direcionados às pessoas físicas representam 34,2% do volume total enquanto o setor industrial tem participação de 22,4%.

Comparativamente ao mês de setembro de 2006, os setores cujos empréstimos mais cresceram foram indústria, habitação e pessoas físicas, com 26,5%, 25,2% e 31,4%, respectivamente. Assim como ocorre com a expansão da demanda, as operações de crédito também estão impulsionando o crescimento econômico ao contribuir para o aumento da cap

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email