ONS registra recorde histórico de demanda

Impulsionado pelo forte calor, o consumo de energia no país foi recorde ontem, segundo informações do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). Foi identificada uma demanda de 68.761 MW (megawatts), maior nível da história, às 14h42.

O recorde foi determinado principalmente pela área Sudeste/Centro-Oeste, que foi responsável por uma demanda instantânea de 42.690 MW, exatamente no horário verificado em todo o SIN (Sistema Interligado Nacional).

Na região Sul, a demanda recorde também foi registrada ontem. Foram observados 12.727 MW, às 14h38. Para atender à alta da demanda, foram gerados 60.155 MW médios, acima dos 59.192 MW médios programados anteriormente.

Deste total, 48.028 MW médios, o equivalente a 79,84% de toda a geração, vieram das usinas hidrelétricas nacionais. Itaipu, que é binacional, gerou 12,52% do total, ou 7.532 MW médios. As usinas termelétricas, que vem sendo acionadas para poupar os reservatórios, geraram 2.472 MW médios, ou 4,11% do total. As usinas nucleares de Angra foram responsáveis por 3,26% de todas a geração, o equivalente a 1.960 MW médios.

Para este ano, a previsão é que o consumo de energia do setor industrial cresça 9,4%, recuperando as perdas sentidas em 2009. O consumo geral de energia deve aumentar 7,4%. As projeções da EPE (Empresa de Pesquisa Energética) levam em conta um crescimento de 6% do PIB para o ano.

Segundo balanço de 2009, houve uma retração de 8% no consumo de energia na indústria. O baque é explicado pela crise econômica internacional, que comprometeu principalmente as atividades da indústria voltadas para exportação.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email