“Onde há uma tela, há movimento”

Você sabe qual é a diferença entre uma agência de publicidade e uma agência de marketing digital? Para quem é um pouquinho mais velho e atuava na área antes da internet, sabe muito bem que fazer propaganda não era uma coisa tão fácil como de certa forma é hoje. Um post no Instagram, um anúncio patrocinado no Facebook ou no Google ou até a contratação de um gestor de redes sociais por mais caro que você possa pensar, nada se compara ao custo que as empresas tinham para ganhar visibilidade e fazer a divulgação do seu produto ou serviço. Imagina como começar um negócio com recursos limitados para investimento, fazer a divulgação e atrair novos clientes se a sua possibilidade de marketing é através de 30 segundos em emissoras de televisão, inserções de rádio, banners em jornal impresso de maior circulação, revistas de alto volume de tiragem, outdoors em áreas estratégicas, panfletagem em ruas de muito movimento. Enfim, agradeça a evolução tecnológica por ter enxugado seu custo e ‘criado’ o ROI – Retorno sobre o investimento. 

Mas vamos lá, as tradicionais Agências de Publicidade são especialistas em estratégias e divulgações em canais off-line, como TVs, jornais e impressos. Com isso, tanto o poder de investimento, quanto a forma de planejar a campanha são diferentes. Empresas que investem em mídias off-line, normalmente, são empresas grandes e com muita bala na agulha. Tais empresas apostam nesse tipo de estratégia sem esperar que os resultados estejam diretamente atrelados ao investimento, o importante é o fortalecimento da marca. 

Mas vamos falar a real? A verdade é que ninguém mais quer ser interrompido por um comercial chato, que tem a pretensão de influenciar nossas escolhas utilizando propagandas com apelos distantes da realidade. Aquelas que a gente costuma revirar os olhos, por saber que representa um mundo diferente do real, que é apenas mais um comercial. Essa mudança no comportamento do consumidor aliada a descoberta da campanha feita com base no ROI fez com que o marketing Digital e, principalmente, o Inbound Marketing ganhassem muita força nos últimos anos. Em grosso modo define-se Marketing Digital como estratégias utilizadas pelas empresas para apresentar seu produto ao consumidor por meio de internet, aparelhos de telefonia móveis e qualquer outro meio digital. As principais estratégias são o SEO, Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo. 

E por que é tão importante falarmos sobre isso? No último ano enfrentamos uma pandemia devastadora que aniquilou uma parte do comércio e obrigou 1 milhão e 400 mil empresas a fecharem suas portas. Em contrapartida o Brasil abriu 2,3 milhões de empresas a mais do que fechou em 2020.  

Na coluna de hoje, eu tenho como convidado especial, Youri Comte, Designer e Sócio da Agência Digital Tela, uma empresa que nasceu e cresceu na pandemia. 

Youri Comte muito cedo apaixonou-se pela área da comunicação e através de grandes referências no mercado nacional e internacional, buscou construir uma empresa que pudesse transformar o ecossistema. Um lugar onde profissionais criativos trabalhassem em conjunto para ajudar a desenvolver o nosso mercado e principalmente, mudar a visão que nossos possíveis clientes têm sobre o papel de uma agência. Apaixonado por empreendedorismo, abriu a Agência Tela ano passado e veste a camisa de que o profissional antes de tudo, precisa ter liberdade para “ser criativo”. 

Youri Comte – Sócio da Agência Tela – Foto: Divulgação

Como surgiu a ideia de montar a Agência Tela? 

Venho claramente da área de humanas, sempre com foco em design e margeando a área de publicidade em todos seus âmbitos. A ideia surgiu a partir de uma visão de mercado que eu não me identifico, em que o faturamento vem em primeiro lugar e os processos são criados ainda no formato de linha de produção. Minha visão e dos meus sócios vai na contramão disso tudo, o foco são as pessoas! Atendimento humanizado e o melhor ambiente de trabalho possível, pois entendemos que a qualidade e criatividade vem daí, e não só do alto nível técnico de conhecimento. 

Qual foi sua decisão mais importante na hora de tirar a ideia do papel e o que foi mais difícil dentro da sua área de atuação? 

Não acho que houve “uma decisão importante” e sim uma sequência de decisões e escolhas que nos trouxeram até a celebração de um ano de existência, apesar de termos nascidos e dado os primeiros passos em meio a pandemia. Dentre as opções, insisti na união de 3 pessoas diferentes, porém com o mesmo propósito. Além disso, a contratação de uma consultoria focada em processos e cultura organizacional desde os primeiros meses de existência da empresa. Nosso ramo é recheado vícios arraigados e a virada para o digital ainda provoca muita resistência em quem está acostumado a velha forma de empreender. Uma agência de comunicação consegue aproximar o seu cliente ideal de uma forma muito rápida e percebo que muitos donos de negócio ainda não sabem lidar com essa velocidade, sem contar a falta de conhecimentos básicos sobre vendas. Somos treinados para sermos extremamente técnicos, em qualquer campo profissional, mas ninguém ensina como devemos vender nosso peixe. 

Profissionais e empreendedores que já começaram suas atividades na internet conseguiram enfrentar a pandemia intensificando a sua presença digital. O mercado digital cresceu nos 3 primeiros meses da pandemia o que se estimava crescer em 3 anos. E quem não estava pronto para esse novo mundo, sofreu gravemente as consequências. 

Campanhas de anúncios patrocinados seja por Facebook Ads ou Google Adwards ou até conteúdos escritos em SEO trazem números segmentados que te fazem encontrar em cheio exatamente quem você precisa encontrar. São essas métricas e facilidades que as pessoas ainda não entenderam. É como se em vez de você distribuir panfletos a todos que passam na rua, você só vai entregar a quem realmente precisa do seu serviço. Um investimento certeiro quando você encontra o profissional ideal. 

Como foi e como tem sido para você abrir um negócio num momento em o mundo enfrenta uma recessão por conta da pandemia? 

A gente tem essa ideia na agência de que “onde há uma tela, há movimento” e como nós nascemos já pensando na necessidade de imprimir o posicionamento digital na cabeça dos empreendedores, de certa forma, a pandemia acelerou um processo e gerou uma demanda quase que instantânea. Então, de certa forma a pandemia nos ajudou a alavancar o negócio e nos fez ter um senso de urgência maior quanto aos estudos e entregas de projetos para ajudar nossos clientes a sobreviverem durante esse período. 

Mais de 10 milhões de brasileiros compraram pela primeira vez na internet durante a pandemia e quem já tinha o costume começou a comprar outros tipos de produtos e “frequentar” outras lojas online. Os setores do e-commerce cresceram 75%. Lojas de hobby e Livrarias tiveram um aumento de 110% nas vendas.  

Como você identifica oportunidades? 

Gosto de olhar para o mercado como um todo, conversar com amigos e profissionais de todas as áreas. Numa conversa de bar ou num café pode surgir a ideia de um negócio, vai depender de como você traça esse caminho. Busco cada dia mais entender as pessoas, os empreendedores e seus comportamentos, utilizando livros, podcasts e bate papos sobre qualquer assunto que é tendência. E ainda procuro através da consultoria e infindáveis cursos, mergulhar cada vez mais no mundo da gestão empresarial. 

Qual área da sua empresa mais te encanta e o que mais te motiva a acordar todo dia e fazer o que fazes? 

Amo a área de projetos, mas por necessidade me vi na área de vendas e atendimento. Acabei me aproximando de algo que eu sempre fiz que é buscar novos relacionamentos e Contatos. Acredito que transformar os sonhos e expectativas dos meus clientes em realidade através de muito estudo e empenho diários. A luta dele se torna nossa também. 


Se você tivesse um recado para o seu eu do passado o que você diria? 

Toda essa incerteza vai te ajudar muito no futuro, esse aí não era seu momento ainda. Segue fazendo o que você faz, mas estuda 3x mais e busca cada vez mais referências, lá na frente você vai estar bem e orgulhoso do caminho trilhado. 

A Agência Tela de Conteúdo é uma empresa que acredita no poder da criação para gerar movimento na vida das pessoas. Unindo as principais ramificações da comunicação, e apostando no audiovisual como forma efetiva de transmissão da mensagem, o ecossistema criativo feito pela Tela veio para mudar os conceitos primários que existem sobre marketing digital em Manaus. Quer saber mais e acompanhar o trabalho deles? Acesse @agenciatela_ e conheça suas produções. 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email