Oito nomes querem disputar o governo

Dois oito nomes já aventados como possíveis candidatos a governador do Amazonas em 2014, apenas um pode ser confirmado hoje, um ano antes da eleição: o do funcionário público Herbert Amazonas (PSTU)

Dois oito nomes já aventados como possíveis candidatos a governador do Amazonas em 2014, apenas um pode ser confirmado hoje, um ano antes da eleição: o do funcionário público Herbert Amazonas (PSTU). Os outros sete dependem de uma série de fatores. Eduardo Braga (PMDB) é candidatíssimo, mas nada impede que seja chamado para outra missão em Brasília –um ministério forte, por exemplo –e acabe apeado da disputa. O prefeito Arthur Neto (PSDB) convive com o dilema de largar a prefeitura um ano e quatro meses depois de se eleger, mas nutre a vontade de disputar o governo. Já o vice-governador José Melo (PROS) depende apenas da decisão do governador Omar Aziz (PSD), pois dificilmente seria candidato sem o apoio deste. Rebecca Garcia (PP) quer entrar no páreo, mas seu nome aparece mais como vice em várias chapas. Hissa Abrahão (PP) só será candidato se Arthur não for. Henrique Oliveira (Solidariedade) e Chico Preto (a caminho do PMN) já têm partido, mas lhes falta grupo.

O NONO NOME

O que ninguém comenta, mas surge como possibilidade concreta, é a entrada de Serafim Corrêa (PSB) na disputa pelo governo. Explica-se: o presidenciável Eduardo Campos vai precisar de um palanque no Amazonas e se não conseguir convencer o PP a marchar com ele, o que viabilizaria a candidatura de Rebecca, provavelmente precisará que o ex-prefeito de Manaus vá para o sacrifício.

CORRIDA

Percebendo o cerco se fechar em Manaus, o senador Eduardo Braga se vira como pode em Brasília. Ontem, por exemplo, ele foi ao ministro da Secretaria Nacional da Aviação Civil, Wellington Moreira Franco, seu correligionário, pedir que anunciasse alguma novidade para os prefeitos do interior, atônitos com o cancelamento dos voos da Azul Linhas Aéreas. Recebeu a garantia de que até a próxima quarta-feira o órgão e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vão publicar uma portaria ampliando o prazo para que os aeródromos de 11 municípios do Amazonas possam se adequar às regras aeroportuárias. Com isso, a empresa poderá retomar os voos cancelados para esses locais.

OS PREJUDICADOS

Barcelos, Carauari, Coari, Envira, Eirunepé, Fonte Boa, Humaitá, Parintins, Santa Isabel do Rio Negro, São Paulo de Olivença e São Gabriel da Cachoeira foram os municípios que tiveram voos reduzidos pela Azul. Coari teve a redução mais drástica, diminuindo de seis para apenas dois semanais. A situação também é crítica nos municípios de Barcelos, Eirunepé e Humaitá. Os dois primeiros tiveram redução de quatro para dois voos semanais e o último de quatro para apenas um.

PROTESTO

“Há clara intenção de prejudicar a formação da Rede em vários cartórios eleitorais deste país. Ou não foi visível que ocorreu uma mobilização no país inteiro para obtenção de assinaturas de apoio à formação da Rede ou não é patente que tanto a Rede com suas propostas inovadoras quanto a figura emblemática de Marina Silva incomodam o poder constituído e ameaçam a hegemonia de uma coalizão do PT com o PMDB. O boicote à Rede, em muitos cartórios, tem que ser contestado hoje pelo órgão superior eleitoral”. O protesto, em tom de desabafo, é do deputado Luiz Castro (ainda no PPS).

BURBURINHO

É grande o movimento nas redes sociais envolvendo a chamada de novos praças e oficiais aprovados no último concurso para a Polícia Militar. Tanto que o deputado Cabo Maciel (PR) anunciou ontem que vai apurar as denúncias. Com pelo menos uma reclamação ele concorda: o fato de serem chamados 1.200 soldados e apenas 45 oficiais preocupa. Para o parlamentar, o número de oficiais deveria pelo menos dobrar.

MEIA PASSAGEM

A Câmara Municipal de Manaus aprovou a tramitação do Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município 22/2013, que prevê o pagamento de meia passagem de ônibus aos professores da rede pública de ensino. De autoria do líder do PV, vereador Everaldo Farias, a proposta é destinada aos educadores que não recebem vale transporte, como os professores da Secretaria Estadual de Educação, que somam, aproximadamente, 5.300 pessoas na capital. Os professores da Semed não seriam contemplados, porque eles já recebem o benefício no contra-cheque.

FARINHA LEGAL

E a farinha –quem diria? –acabou se transformando em mocinha da redução na cesta básica, depois de ser a vilã da inflação e protagonista dos protestos de junho em Manaus. Segundo o Dieese, em levantamento divulgado ontem, o produto, junto com o feijão, puxou os preços para baixo em Manaus, o que é motivo, sim, para comemoração e sinal de que as coisas começam a se ajeitar.

BENS BLOQUEADOS

O ex-prefeito de Maués, Miguel Paiva (PSD), e os ex-secretários de Obras e Administração, Eugênio Borges e Jackson Martins, além da dona da empresa GL Pinheiro, Gleiciane Lima Pinheiro, tiveram os bens bloqueados por irregularidades na aplicação de mais de R$ 594 mil da construção do aterro sanitário da cidade. A decisão é do juiz Érico Rodrigo Freitas Pinheiro, em ação movida pelo Ministério Público Federal. Belexo, como é conhecido o político, nega as acusações e diz que vai provar a sua inocência.

LIGAÇÃO PERIGOSA

Gleiciane é esposa do ex-secretário de turismo e ex-vereador de vários mandatos, Francisco “Xico” Gruber, que era uma espécie de caixa e articulador político de Belexo. Foi ele o coordenador da campanha da candidata do grupo a prefeita, Andrea Santos (PSD), ex-secretária de Ação Social e de Governo. Ela terminou em quarto lugar na disputa.

MENOS MAL

O Manauara shopping reabriu ontem, o que amenizou o clima de apreensão entre empresários e funcionários. Em um lance de marketing, a administração ainda adequou a cobrança pelo estacionamento ao que determina a lei aprovada na Câmara Municipal de Manaus. O deputado Marcos Rotta (PMDB), entretanto, continua cobrando uma explicação sobre os motivos que levaram a prefeitura a interditar o centro de compras. Segundo ele, só um esclarecimento vai acalmar de vez quem trabalha no local e os frequentadores.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email