Oi troca de comando está em linha com nova fase

A troca no comando da Oi está alinhada com a nova fase da operadora a partir da entrada da Portugal Telecom no bloco de controle da empresa, garantiram executivos da empresa à Agência Estado. Isso porque, segundo essas fontes, o atual presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, é o executivo de perfil com atuação em fusões e aquisições de empresas, com a missão de fazer a integração das companhias envolvidas no processo e de enxugamento de custos. Trabalho esse que foi desenvolvido por ele na incorporação da Brasil Telecom.
Porém, nessa nova fase, disseram as fontes, a empresa necessita de um executivo voltado para a inovação tecnológica, que é um traço muito forte da Portugal Telecom, sobretudo em rede de fibra óptica e oferta de TV por assinatura.
Além disso, a empresa quer avançar em outros aspectos, principalmente na telefonia celular, mercado em que a Oi foi a quarta entrante e ocupa a quarta posição no ranking desde então. Outra missão do executivo que assumirá do posto no lugar de Falco será fazer um enxugamento do número de ações da companhia cotadas em bolsa. Hoje, são seis classes de ações em função, inclusive, do imbróglio com acionistas minoritários da Brasil Telecom que, em junho passado, rejeitaram a proposta de substituição das ações de uma companhia por outra.
O mais cotado para ocupar o cargo é, segundo fontes, James Meaney, que atualmente é diretor da empresa, mas, num passado recente, fez uma verdadeira revolução na Contax, empresa que começou como um braço de call center da Oi e hoje ocupa a liderança do mercado nesse setor, prestando serviço para diversas empresas.
Outro exemplo de mudança na Contax, que está muito alinhada com a visão dos portugueses, é a diversificação dos serviços, promovida na gestão de James. Além dos serviços de call center, a empresa oferece ao mercado uma série de outros serviços, como venda direta e promoção de vendas em estabelecimentos comerciais
Um outro desafio do novo gestor, destacam as fontes, será a melhora da imagem da Oi junto ao consumidor pois, desde a junção com a Brasil Telecom, a empresa passou a figurar como líder de reclamações nos órgãos de defesa do consumidor.
As fontes lembram ainda que a troca no comando da Oi já estava acertada desde o anúncio das mudanças societárias para incorporação dos portugueses no bloco de controle da empresa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email