Obra desmitifica traição masculina

Conceituada psicóloga francesa Maryse Vaillant assumiu o papel de ‘advogada do diabo’ para analisar a relação dos homens com a fidelidade. Analisou casos de pacientes que fossem exemplos de fidelidade e infidelidade extremas para, desta forma, traçar diferentes perfis de homens. A autora chegou a categorias como o monogâmico mentiroso, o monogâmico infiel, o monogâmico cativo, o monogâmico perdido, o poligâmico ansioso, o poligâmico infiel, o poligâmico indeciso, o poligâmico fiel e o poligâmico resolvido.
O resultado da pesquisa está em “Os homens, o amor e a fidelidade”, que chega às livrarias pela Editora BestSeller. “Nesses últimos decênios, a figura masculina conquistou o direito à complexidade, consequentemente, os esquemas comportamentais e identitários já não estão mais fixados. Tudo, ou quase tudo, deve ser refeito, caso não se queira prolongar os esquemas obsoletos e dolorosos de outros tempos”, revela a especialista.
Poucas coisas intrigam mais uma mulher do que a infidelidade masculina. Por que eles traem? Quando traem? Existem aqueles que não traem? Em “Os homens, o amor e a fidelidade,” Maryse Vaillant disseca a relação masculina com o amor, e chega a conclusões surpreendentes, incluindo relações pessoais e com a família.
Número de páginas: 182.

Preço médio: R$ 32.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email