Obra de Tasso é alvo de ação no Ceará

Após ser questionado pela prefeita Luizianne Lins (PT), um prédio comercial que começou a ser construído em Fortaleza (CE) pelo grupo empresarial do senador Tasso Jereissati (PSDB) agora é alvo de uma ação do Ministério Público Federal.
No processo, um laudo técnico conclui que o terreno onde o prédio está é um manguezal e, portanto, uma área de proteção permanente.
A prefeita havia sugerido que a permissão para construir o prédio fosse submetida a um referendo, mesmo tendo sido aprovada a licença ambiental pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente na gestão da petista. Ao propor que o povo decida pela construção ou não, Luizianne alegou que a legislação ambiental é falha e que somente dessa forma a obra poderia ser evitada.
A prefeita alega ainda que o prédio fica a poucos metros do rio Cocó, que alimenta o parque ecológico de mesmo nome, onde ainda existe uma reserva de mangue.
Para a ação do MPF, a procuradora Nilce Cunha abriu um procedimento administrativo para investigar a área. Por uma análise histórica e científica, a perícia concluiu que, ainda que tenham sido aterrados trechos, como na parte onde foi feito o shopping Iguatemi (que também pertence ao senador), bem ao lado do parque do Cocó, o terreno continua sendo mangue e deve ser preservado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email