Obama volta a defender aumento de impostos para os mais ricos

O presidente dos EUA, Barack Obama, em uma entrevista coletiva com jornalistas hoje, pediu aos republicanos que concordem em aumentar os impostos dos mais ricos. “Qualquer acordo para reduzir o deficit vai envolver decisões difíceis e soluções balanceadas”, avisou.
Obama, disse que isenções de impostos para companhias de petróleo, proprietários de jatinhos e “milionários e bilionários” precisam ser eliminadas, caso o país queira resolver seu desequilíbrio fiscal. “Não há como reduzir o deficit sem incluir algum aumento de receita na mistura. E a receita sobre a qual estamos falando vem de pessoas que estão se dando extremamente bem”, afirmou o presidente durante uma entrevista coletiva na Casa Branca.
O presidente defendeu a criação de empregos pelo setor privado, a manutenção da redução de tributos para a classe média e cobrou que o Congresso também o ajude a enfrentar as dificuldades econômicas. “A verdade é que nossos desafios na economia não vão desaparecer de uma hora para outra. E o Congresso poderia tomar medidas para colocar os americanos no mercado de trabalho”, argumentou.
Obama declarou ainda que o Partido Democrata, ao qual pertence, terá de aceitar cortes “dolorosos” de gastos nas negociações em andamento com o Partido Republicano em torno do Orçamento. Segundo o presidente, os dois partidos já identificaram pontos comuns que levariam a uma redução de US$ 1 trilhão no deficit federal. Ele também exortou o Congresso a ratificar os três acordos de livre comércio pendentes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email