O sucesso dos negócios amazônicos na capital do Brasil

Com a participação de mais de quatro mil visitantes, a segunda edição da fesPIM  (Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus em Brasília, encerra com movimentação positiva no ramo de negócios para os empresários dos 44 stands que estiveram em exposição no evento.

O empresário Paulo Octávio, conhecido pelos seus empreendimentos consolidados em Brasília e na região do Entorno do Distrito Federal, em diversos ramos, prestigiou o evento e destacou que o atual cenário de crise mundial torna o Brasil o melhor país para novos investimentos, e espera que a fesPIM se torne um evento permanente em Brasília.

“Se hoje nós temos todas as condições de buscar investimentos dos mais diversos possíveis no mundo todo, a manutenção da Zona Franca de Manaus, o incentivo a todas as empresas que lá se instalam, foi fundamental. Por isso, como brasiliense, eu recebo essa feira aqui com muito entusiasmo, e espero que se torne permanente”, disse o empresário que também é político e advogado.

Para o consultor e especialista em incentivos da Zona Franca de Manaus, Eduardo Baldoino, a divulgação do PIM em Brasília foi fundamental para quebrar todos os tipos de preconceito aos empresários que desconhecem o potencial da indústria no Amazonas.

“O Brasil é muito grande, e boa parte do empresariado brasileiro não conhece a Zona Franca de Manaus e o seu potencial. Alguns que até ouvem falar, pensam que a distância, e por conseguinte, o custo do frete, seria um impeditivo para sua implementação no Polo. Nós conversamos, detalhamos e explicamos para esses empresários que, mesmo com o custo do frete, as vantagens de se estar em Manaus são muito maiores e podem trazer muito mais competitividade para essas empresas. Temos conversado com empresários do Brasil inteiro, principalmente do Sul e Sudeste, e nossa conclusão é que, após explicada em detalhes, a Zona Franca de Manaus é irresistível. Por isso a fesPIM foi uma boa vitrine para expor essa qualidade e avanço técnico”, disse o especialista.

Retorno positivo

O diretor de Marketing a UCB – Unir Energia Transformar Vidas, Leonardo Carmo, explicou que ao longo dos três dias de feira, a empresa teve a oportunidade de mostrar a importância deles estarem em Manaus e o impacto de geração de emprego na comunidade local e para todo o Brasil. 

“A UCB é uma empresa precursora na fabricação de baterias estacionárias de lítio no Brasil. Então, saber que a gente tem uma empresa com uma tecnologia avançada, líder no seu segmento, que está posicionada em Manaus e distribuindo para todo o território, é muito gratificante. Ações como a fesPIM são fundamentais para apresentarmos isso em Brasília e outras regiões do país”, explicou.

Já no stand do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, o diretor técnico André Ferreira, explicou que a oportunidade do encontro com empresários e políticos em Brasília foi fundamental para mostrar como os recursos aplicados pela política da Lei da Informática estão sendo desenvolvidos na unidade.

“Conseguimos apresentar para a sociedade que a gente está gerando conhecimento, valor, capacitação e competência na região Norte, com essa política de incentivo. Mas também tínhamos o objetivo de fazer negócios e conseguimos diversos contatos que a gente espera poder consolidar em futuras parcerias num futuro próximo”, explicou.

O diretor sênior da R&D and Gov.Affairs. Positivo, José Goutier Rodrigues, destacou que a informação de que a fesPIM vai se tornar uma bienal em Brasília, foi comemorada por ele devido ao aumento da visibilidade para o PIM.

“Antes a gente fazia a feira para nós mesmos e, hoje, a gente teve uma feira para a capital (do Brasil), onde as coisas se decidem, onde são realizados os negócios do país. Temos certeza que a realização da feira a cada dois anos vai implementar ainda mais os negócios. Esse aqui é o marco inicial e já foi um sucesso”, afirmou Goutier.

Redação

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário