O quadro político no Brasil comparado aos Estados Unidos

Bolsonaro nos representa. Representa a família tradicional conservadora cristã, a liberdade religiosa e de expressão. Sou católico apesar de ter restrições a certos posicionamentos do nosso líder maior, o papa Francisco, mas o respeito.

Agora, tenho acompanhado com simpatia e concordância os posicionamentos inteligentes do líder evangélico, pastor Silas Malafaia quando sai em defesa da verdade pelos crimes e ataques injustificáveis do judiciário, vários parlamentares do congresso nacional e essa imprensa em sua maioria cínica, canalha e corrupta ao presidente Bolsonaro.

O problema todo é que Bolsonaro fechou as torneiras das sangrias (a roubalheira acabou) meteu a chave no bolso e se posicionou como sentinela na porta do cofre da nação. A situação de Bolsonaro é muito mais adversa que do presidente Trump em USA. Lá, Trump que também é um presidente honesto, mas tem metade dos governadores com ele, incluindo aí os mais importantes e ricos estados, o judiciário se limita as suas atribuições constitucionais, tem o controle das forças armadas, não tem a câmara, mas tem maioria no senado e o povo a lhe apoiar.

Aqui Bolsonaro tem a seu favor a direita conservadora e as forças armadas, mas os ministérios continuam aparelhados pela turma do PT. O resto é o que citei acima. Mas ele foi colocado lá pelo elenco de forças que regem o ecossistema universal comandadas por DEUS pra fazer do Brasil um país transformador a ser seguido por outras nações pelo mundo, que almejam paz, fraternidade, progresso, equilíbrio social e soberania, que querem se livrar do socialismo e do comunismo, sistemas esses que só trazem desemprego, pobreza, fome e miséria por onde se instalam.

Com a chegada de Bolsonaro à presidência do Brasil e o fim do foro de São Paulo, houve um freio na expansão socialista no nosso continente. Começou a se processar uma mudança de eixo na política latino americana. É esse papel de liderança que o Brasil vai exercer como país de ponta nesses próximos cinquenta anos no mundo. Quem viver verá. A vida segue…

*Jamil Merched Chaar é formado em Administração de Empresas

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email