O poder do pensamento positivo: os mestres da autoajuda

“O pensamento positivo pode vir naturalmente para alguns,  mas também pode ser aprendido e cultivado, mude seus pensamentos e  você mudará seu mundo” são palavras de Norman Vincent Peale. Os norte-americanos criaram, várias expressões, para  referenciá-lo: “o ministro dos milhões de ouvintes”, “ doutor da terapêutica espiritual”. Estudou na Universidade de Boston. Iniciou sua carreira de pastor cedo, aos 24 anos. Publicou  pouco mais de 40 obras todas voltadas aos temas de autoajuda.

Recebeu o maior prêmio concedido a um civil “A Medalha Presidencial da Liberdade” , nos idos dos anos de 1980, pelos seus trabalhos como pregador religioso. Mantinha um programa de rádio cujos sermões eram transmitidos a multidões, do mesmo modo  o periódico Guideposts, ambos chegando a um número expressivo de pessoas nos EUA. Morreu aos 95 anos em 1993.

Seus conhecimentos  influenciaram as pesquisas das ciências comportamentais, uma delas  a concepção da psicologia positiva de Martin Seligman. Seus argumentos ganharam notória popularidade em razão de sua linguagem acessível. Seria injusto e inegável — apesar de todas as refutações feitas por especialistas, denominando suas ideias de  auto-hipnose e fuga da realidade, todos os seus acusadores eram renomados no campo dos estudos das ciências da saúde mental — depreciar as enormes contribuições que seus livros trouxeram para milhões de pessoas no mundo, os quais revolucionaram o entendimento a respeito do combate a males como o desânimo, a negatividade e o pessimismo; seria uma injustiça com o Dr. Peale.

Foram publicados no Brasil alguns títulos sendo os mais conhecidos: O Poder do Pensamento Positivo, A Nova Arte de Viver, Como Confiar em Si e Viver Melhor e A Verdadeira Alegria da Vida Positiva.  O primeiro desta lista considerado best-seller , publicado pela primeira vez em 1952. Foi  um dos precursores dos livros de autoajuda, é irrefutável que muitos outros escritores da atualidade se inspiraram nesta obra. O livro é uma combinação de fé cristã — inúmeras citações  bíblicas — com autossugestão — uma forte evidência presente é o trecho quando afirma “se pensar na vitória você conseguirá a vitória”, é evidente que as conquistas necessitam de mais ingredientes do que um simples pensamento — .

A obra é um manual prático para a substituição dos pensamentos negativos  pelos pensamentos positivos. Nas suas páginas é recomendada a leitura do novo testamento, assim como as práticas das orações, e o uso dos termos como técnicas, fórmulas, métodos e prescrições são usados para torná-lo mais próximo da praticidade.

O pensamento positivo jamais causou mal nenhum, pelo contrário, estando ladeado por pessoas com atitudes positivas o ambiente parece com mais vitalidade. O grande equívoco, hipoteticamente, seria colocá-lo não apenas como a solução de todos os males possíveis e imagináveis,  como também um remédio poderoso capaz de curar todas as doenças humanas; aí reside a fragilidade desta atitude, que em doses paliativas seria de enorme ajuda para os dilemas existenciais.

É certo que apenas o ato do pensamento positivo jamais acabará com a falta de hospitais, o abandono da educação, com os milhões de desempregados, o menosprezo pela ausência de moradia, o monstro da fome no mundo. Precisamos acreditar em algo, quando enfrentamos os desafios, seja tocante a realidade, seja de cunho psíquico como o medo, a dúvida, o desespero, a tristeza e a dor humana.

A atitude positiva, tampouco é uma varinha mágica, cujo poder cessará todo o mal. É improvável que altere os acontecimentos da vida, embora cada pessoa — tomada pelo ato positivo — é capaz de mudar suas próprias atitudes diante das coisas. A essa altura a ciência constatou os benefícios do pensamento positiva como antídoto anti-stress, saúde do corpo e prolongamento da vida.

*Faber Num é cronista, ensaísta e poeta

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email