O dilema entre investir e preservar

O advogado João de Deus Gomes dos Santos tocava obra de sua propriedade na rua rio Javari, no Vieiralves, mas foi impedido de continuar porque o Instituto Municipal de Planejamento Urbano embargou o empreendimento sob a alegação de que ele não estava registrado no órgão. Imediatamente após a divulgação do embargo, seguiram-se várias manifestações de ilustres moradores do bairro, como o ex-prefeito Serafim Corrêa, condenando novas edificações no entorno do igarapé do Mindu. Ocorre que a obra em questão tinha autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. E não é a primeira daquele tipo realizada naquela área. A região da avenida Djalma Batista há muito tempo deixou de ser uma área de preservação para se transformar em um dos mais importantes polos comerciais da cidade. Seria o caso de planejar a canalização do Mindu para evitar que ele alague outras área da cidade e não simplesmente combater novos empreendimentos. Eles geram emprego, renda e ajudam a cidade a crescer.

NOVO PROSAMIM

Aliás, o próprio Serafim deixou a prefeitura dizendo que havia conseguido recursos para fazer o que chamou de “Prosamim do Mindu”. Seu sucessor, Amazonino Mendes, avançou muito pouco, quase nada, no projeto. É a hora da prefeitura caminhar com a urbanização das margens deste que é o maior fluxo de água que corta a cidade.

PROTESTO

Cerca de 300 manifestantes do Movimento de Luta Independente dos Professores de Manaus foram para a frente da sede do governo estadual ontem pedir melhores condições de trabalho e depois bateram na porta da Assembleia Legislativa, onde acabaram interrompendo a audiência pública em comemoração aos sete anos da Lei Maria da Penha e ocupando a tribuna para fazer suas reivindicações.

CIGÁS

Na terça-feira (3), o diretor-presidente da Companhia de Gás do Amazonas, Lino Chíxaro, vai falar aos deputados estaduais sobre os investimentos da empresa, o trabalho de incentivo ao consumo do gás veicular e a privatização prevista, principal foco do interesse dos parlamentares. Está prevista para o dia seguinte uma reunião do governador Omar Aziz (PSD) com o consórcio responsável pelos estudos de viabilidade de privatização da Cigás.

CONTA BOA

Até 2014 a Cigás planeja atingir R$ 100 milhões em investimentos na ampliação da distribuição de gás ao Polo Industrial de Manaus e para o setor de serviços. As obras na área do PIM, por exemplo, têm como objetivo atender a mais 32 unidades fabris.

EMPREGOS

Aliás, a semana terminou com ótimas notícias para o trabalhador amazonense. Os 35 projetos aprovados pelo Conselho de Desenvolvimento do Amazonas que devem criar 2,4 mil novos empregos no Estado, inclusive no interior. foram tema do discurso do deputado estadual Orlando Cidade (PTN) na Sessão Ordinária desta quinta-feira (29), na Aleam (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas). O parlamentar comemorou a aprovação de 35 projetos de desenvolvimento, em especial, os voltados ao interior do Estado. O município de Iranduba, por exemplo, trabalha com a possibilidade da instalação de 30 novas indústrias nos próximos meses. E Manacapuru decidiu implantar um polo de desenvolvimento para atrair novos investimentos.

CONCORRÊNCIA

O Maranhão decidiu enfrentar o Ceará e quer abocanhar entre 25% a 30% dos turistas amazonenses que buscam o nordeste brasileiro como destino para férias. Para atingir essa meta, a Setur-MA (Secretaria do Estado de Turismo do Maranhão), a Abih-MA (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Maranhão) e a Flytour realizaram em Manaus durante a semana que passou o Roadshow Maranhão, evento que reuniu agentes de turismo locais para divulgar as potencialidades turísticas da terra de José Sarney.

SOLIDÁRIO

Pode-se falar tudo do senador Eduardo Braga (PMDB), menos que ele abandonou a presidente Dilma Rousseff (PT) quando a popularidade dela desabou. Na última quinta-feira, em aparte ao discurso do colega Humberto Costa (PT/PE), ele saiu em defesa do programa Mais Médicos, dizendo que ele não está restrito à contratação de médicos estrangeiros, mas que também pretende dobrar o número de vagas de cursos de medicina no país e aumentar o número de vagas para a residência médica. Não é qualquer um que tem coragem de mexer neste vespeiro.

BIONEGÓCIOS

Logo após o feriado da Semana da Pátria, mais precisamente no dia 12, acontece em Manaus o Encontro de Bionegócios Amazonas-França. O evento será realizado no Salão Boto Vermelho, no Hotel Quality Manaus e é direcionado a empresários e investidores do ramo de bionegócios, gestores de ciência, tecnologia e inovação de instituições do Estado, pesquisadores e estudantes de biotecnologia. A Embaixada da França no Brasil e o Instituto Francês de Pesquisa para o Desenvolvimento se envolveram diretamente no assunto.

ROBUSTA

A Agência de Fomento do Estado do Amazonas comemora 14 anos anos de existência nesta segunda-feira (2). E chega à adolescência com números mais que robustos: foram até agora 127 mil operações de crédito, que colocaram mais de R$ 1 bilhão no mercado. De fato, a Afeam tem apoiado a expansão e modernização de empreendimentos nos setores industrial, prestação de serviços, rural e comércio.

ESVAZIOU

A se julgar pelo número de políticos que passou pelo aeroporto nos últimos dias, a semana que começa nesta segunda-feira vai ser de plenários vazios na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Manaus. Na tarde de sexta-feira já estava difícil falar com algum deputado ou vereador em Manaus.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email