O cômodo favoritismo de Eduardo Braga

Ainda que insista em negar, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) não pode esconder sua condição de pré-candidato às eleições municipais de 2012, sobretudo depois da divulgação dos números de recente pesquisa de intenção realizada pela empresa Action. Os números indicam 54% em favor de Braga contra 11% do prefeito Amazonino Mendes (PDT). Portanto, vitória de Braga logo no primeiro turno. “O processo sucessório será em 2012 e somente lá é que falarei de política”, disse o senador ao Jornal do Commercio por ocasião de evento ocorrido na Assembléia Legislativa no início de novembro. Para quem conhece o estilo de Braga, está claro que, mesmo que não fale, a sua pré-candidatura já é um fenômeno de rua, sedimentada pela própria população, no embalo dos frutos que estão sendo colhidos agora após a semeadura que resultou em obras marcantes como o Prosamim (Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus) e a Ponte Rio Negro, de pouco mais de R$ 1 bilhão.
Reverter a realidade de números tão evidentes não é tarefa fácil para o prefeito Amazonino Mendes e tampouco para o grupo que se articula dentro do contexto da aliança PSB-PSDB, sob o comando do ex-senador Arthur Neto e do ex-prefeito Serafim Corrêa. “As oposições dependem de muita união”, expressou Arthur ao JC, consciente de que a divisão oposicionista será um perigo para um triunfo acachapante de Braga nas urnas de outubro do próximo ano.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email