2 de março de 2021

O Amazonas enfrenta outros vírus, além do Corona

Já tratamos aqui sobre o momento crítico e extremamente delicado pelo qual passa o nosso Estado e a nossa Cidade. Hospitais lotados, atendimentos insuficientes em relação à quantidade necessária; mortes, sequelas…enfim, são muitas as mazelas que atingem o povo amazonense em virtude do surto do novo Corona Vírus, especialmente na capital Manaus, onde ficam localizados os leitos de UTI. Um cenário de horror, em que médicos, muitas vezes, são obrigados a decidir quem “vive” e quem “morre”, tamanha a gravidade da situação, em decorrência do pico pandêmico que se instalou novamente na Cidade, desta com uma velocidade e intensidade nunca antes vista.

É fato que as vidas perdidas são irreparáveis. Ainda assim, o Amazonas precisa receber todo o apoio necessário para sair desta crise sanitária sem precedentes em sua história. E para que isso aconteça, é importante a perseverança de todos nós, com Fé em DEUS sempre, fazendo a nossa parte enquanto cidadãos, para preservar a nossa saúde e a saúde dos demais. Todavia, o Poder Público, que foi eleito para organizar, gerenciar e legislar sobre os demais cidadãos, tem um papel fundamental na condução deste processo. Mas infelizmente o que temos visto é uma sucessão de erros (que vão desde a provável inércia e falta de atitude perante os fatos vindouros, com ausência de planejamento, previsibilidade e prevenção) até a transferência de responsabilidade a outrem. 

E esta semana uma notícia chocou a todos aqueles que enxergam o respeito, a civilidade, a honestidade, a decência e a ética como valores indissociáveis: fotografias divulgadas indicando que diversas pessoas receberam a vacina contra a Covid 19 indevidamente, sem fazerem parte do chamado ‘grupo de risco’, de forma arbitrária, com base no poder aquisitivo, em influências não-republicanas e/ou em apadrinhamento político. Isso é um fato gravíssimo e inadmissível! Em um momento caótico como o que vive a nossa Manaus, nossos concidadãos que precisam de forma urgente da imunização, prioritariamente, estão sendo lesados por conta da irresponsabilidade, do egoísmo e da atitude criminosa de muitos…e da possível omissão ou conivência do poder público local.

Enquanto sociedade, não podemos e não devemos deixar isso para lá. Precisamos fiscalizar os mandatários, sejam eles do Poder Legislativo, Executivo ou Judiciário; especialmente os 2 primeiros, que estão em suas funções e atribuições por meio do voto popular direto, o que os torna empregados do povo, sendo que ao povo devem prestar contas de todos os seus atos, em cumprimento estrito aos princípios basilares que devem nortear a Administração Pública, seja ela direta ou indireta, de quaisquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, obedecendo a estes princípios, que são: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. O Amazonas e Manaus passam por uma situação dificílima em sua história no âmbito da saúde pública, mas isso não pode servir de salvo-conduto para que fechemos os olhos e fiquemos omissos frente a atitudes reprováveis e inaceitáveis de quem quer que seja.

Tenho fé que, pela Misericórdia e Graça de DEUS, superaremos este quadro e sairemos amadurecidos dele. Manaus e Amazonas não estão lutando somente contra o vírus da Covid 19; mas também contra o vírus da corrupção, da ineficácia, da negociata, do maldito “jeitinho brasileiro” e da irresponsabilidade com a coisa pública. Mas assim como o combate ao novo corona vírus depende muito das nossas atitudes; o combate ao vírus nefasto dos crimes contra a administração pública e seus cidadãos também requer de nós, enquanto brasileiros e amazonenses que somos, a fiscalização contínua e uma postura cívica, firme, cidadã, ordeira e dentro da legalidade contra a usurpação de direitos e garantias que nos são inalienáveis e não podemos abrir mão;  mesmo que determinadas situações não nos atinjam diretamente, de forma individual. Pois se fere o direito público, automaticamente fere a todos nós.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email