Novo sistema apresenta resultado na Sefaz

O novo sistema de nota fiscal ao consumidor superou a marca de um milhão de documentos emitidos no Amazonas. Até o fim de semana, a Sefaz-AM contabilizou 1,058 milhão de notas pela nova sistemática, que vem substituindo gradativamente o comprovante de venda emitido pelo Emissor de Cupom Fiscal. Antes da implantação da NFC-e, o empresário tinha que adquirir um Emissor de Cupom Fiscal por ponto de venda. Cada equipamento custava aproximadamente R$ 3 mil e tinha que ser homologado pela Sefaz. Quando o equipamento apresentava problema, o comerciante tinha que pagar pela manutenção. Por outro lado, o Tribunal de Contas do Estado designou uma comissão para fazer auditoria junto à Sefaz, com objetivo de fiscalizar a eficácia e regularidade da política dos entrepostos fiscais. Eles estão localizados em Resende (RJ), Uberlândia (MG), Anápolis (GO), Ipojuca (PE) e dois em processo de implantação em Santarém (PA) e Itajaí (SC).

VAI PRORROGAR

“Ela mantém o que disse desde o primeiro momento: que tem o compromisso da prorrogação e que sabe da importância. Falamos sobre a questão da União Europeia também, que não está questionando apenas a Zona França, mas os outros incentivos, como o polo de quatro rodas. Mas o Brasil não será rebaixado e nem questionado pela União Europeia por preservar a floresta. A frase é do governador Omar Aziz e refere-se a presidente Dilma Rousseff, que esteve em Manaus na semana passada.

PONTAS NÃO

A Câmara Municipal de Manaus aprovou ontem projeto de lei do vereador Massami Miki (PSL), que proíbe o cidadão de jogar filtro de cigarro no chão das vias, parques e quaisquer áreas e logradouros públicos da cidade. A proposta prevê multa de cinco Unidades Fiscais do Município – cerca de R$ 393,95, aplicada em dobro em caso de reincidência. Antes, deverão ser espalhados pela cidade, avisos de advertência para orientar a população sobre a importância da reciclagem dos filtros de cigarro, cigarrilhas ou derivados.

CAMPANHA

Ao elogiar ontem, em discurso, os vereadores licenciados, o presidente da Câmara, Bosco Saraiva (PSDB), deixou claro que conta com o apoio deles para se eleger deputado estadual. Ele destacou os vereadores Fabrício Lima (PSDB), que comanda a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer; Plínio Valério (PSDB), que assumiu mandato de deputado federal por onze meses; e David Reis (PSDC), que preside o Fundo de Amparo à Pequena e Micro Empresa.

BELEZA

O secretário geral da Federação Internacional de Futebol, Jérôme Valcke, e o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, elogiaram a Arena da Amazônia e o complexo da Ponta Negra, que visitaram no final de semana. As obras do novo estádio estão 97% concluídas. A previsão é que os 3% sejam finalizados nos próximos 20 dias. A partir daí será divulgada a data de inauguração e evento teste da Arena.

TURISTA

Empenhado em desfazer o clima ruim que criou ao criticar Manaus, o técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, passou o dia ontem na cidade. De camisas de manga comprida, foi ao Encontro das Águas, visitou o Teatro Amazonas e a Arena. Procurou ser amistoso e simpático. E não escondeu que se surpreendeu com o que viu. Talvez esperasse ratos e cobras andando pelas ruas.

LOGOMARCA

Dois atletas de fora do Amazonas usaram a logomarca da prefeitura de Manaus sábado (15), no UFC 170. O fato causou enorme buxixo nas redes sociais. Atletas de Manaus não acreditaram na versão divulgada pelo subsecretário de Esportes do município, Elvis Damasceno, segundo a qual os “estrangeiros” exibiram a marca como uma forma de protesto e não receberam nada por isso. O barulho foi alto.

BOA NOVA

O Amazonas vai ganhar novos programas de pós-graduação para formação de mestres e doutores. A novidade é uma das ações previstas no convênio de cooperação técnica firmado entre a Universidade do Estado do Amazonas e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. A parceria, com duração de cinco anos, foi assinada ontem. O convênio de cooperação mútua prevê a criação de novos programas de pós-graduação e a qualificação de cerca de 300 professores do quadro de docentes da UEA.

TAXA DE ESGOTO

A formação de uma rede de ação na CMM (Câmara Municipal de Manaus) para apurar decisão que beneficiou a empresa Manaus Ambiental foi sugerida pelo vereador Marcel Alexandre (PMDB). Uma decisão do TJAM (Tribunal de Justiça do Amazonas) está sendo usado como recurso para suspender a liminar que isentava a população da cobrança da taxa de 100% de esgoto, indevida aos consumidores, mesmo em áreas em que o serviço de tratamento não é prestado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email