4 de dezembro de 2021

Novo decreto aumenta previsão de admissões no varejo

A geração de novos postos de trabalho no varejo em razão da abertura de novos negócios, vai ganhar mais um aliado.  A mudança no decreto governamental deve impulsionar a demanda por mão de obra nos setores supermercadista, postos de gasolina e lojas de conveniências que devem totalizar 1,2 mil novas contratações. 

Pelo novo decreto, esses estabelecimentos passam a funcionar 24h. As alterações foram anunciadas pelo governador Wilson Lima na quarta-feira (22), aprovadas  pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid. 

Obrigados a reduzir o horário de funcionamento durante a pandemia, o que impactou a dispensa de trabalhadores, o momento é de oportunidade de fomentar as admissões   nestes segmentos. “Eu considero uma mudança muito boa, principalmente para o setor dos postos e lojas de conveniência deverão contratar  cerca de 600 funcionários para atenderem ao terceiro turno”, afirma o presidente da CDLM e vice-presidente da Amase (Associação Amazonense de Supermercados), Ralph Assayag. 

No setor de supermercados que demitiu funcionários desse turno poderão contratar o mesmo quantitativo de colaboradores ou um pouco mais. “Nós precisamos dessas contratações e com a  Covid dentro de um padrão de entrada nestes locais eu acredito que muda tudo, o próprio consumo de energia elétrica que deve gerar maior arrecadação tributária ao estado por conta do imposto incidente sobre a energia elétrica”. 

A estimativa da CDL-Manaus com as novas determinações do decreto, coincidem com a aposta no mercado de trabalho neste segundo semestre, reforçando a previsão do quantitativo de mais de 6,5 mil novas oportunidades no segmento em função da chegada em Manaus de ao menos dez novos negócios.

“O segundo semestre vai melhorar bastante. Essas empresas abrirão novas vagas. Não podemos esquecer dos negócios de menor porte que também estão na lista de expansão e ampliação do mercado”. 

Assayag disse ainda que somente para o Natal e Ano Novo serão em torno de 3 a 3,5 mil novas oportunidades. Ele havia comentado que o resultado seria muito bom se permanecer da forma que está, sem criar burocracia por parte do governo  para atrapalhar essas novas lojas que estão chegando ao Estado.

Decreto

Ao anunciar os ajustes no novo decreto, o governador Wilson Lima destacou que a partir de agora, o aumento da ocupação para realização de eventos, passou a 75% nos espaços onde serão realizados, limitado a até 500 pessoas, sem pista de dança. E tem que apresentar o cartão de vacinação com pelo menos a primeira dose, e se tiver já próximo de tomar a segunda dose, também ter a comprovação da segunda dose.

A abertura de supermercados está permitida por 24h, mas permanece o limite de 50% de capacidade e a manutenção dos protocolos de segurança: uso de máscaras, aferição de temperatura nas entradas e álcool em gel para os clientes. Os postos de combustível e lojas de conveniências também podem funcionar 24h, mas não está autorizado o consumo de produtos nos locais.

Os segmentos de restaurantes, sorveterias, lanchonetes e bares, registrados como restaurante, na classificação principal da Cnae (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), podem abrir ao público todos os dias da semana, no período de 6h às 3h, desde que os clientes apresentem comprovação de, pelo menos, imunização com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, respeitado o limite de 75% de ocupação

Foto/Destaque: Fatima Garcia

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email