Novas datas da Semana do Brasil testam o comércio

O varejo local está liberado para aderir à campanha Semana do Brasil. Apesar da preocupação em razão da pandemia, a FCDL-AM (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Amazonas), considera que a liberação da “black friday verde e amarela”, será um evento teste para o segmento. A campanha é um termômetro para a retomada da economia no momento de crise da pandemia.

A adesão do comércio na forma presencial só foi possível através de diálogo entre a FCDL-AM (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Amazonas) e a FVS-RCP-AM (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto), que solicitou à FVS-RCP-AM (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto), que considerasse o evento como oportunidade para que os lojistas escoassem parte dos produtos que estão parados em estoque e com baixo giro desde 2020, devido a não realização de ações promocionais por conta de decretos do Estado, com o objetivo de impulsionar a economia do Estado.  

“Salientamos ainda que durante toda a ação estaremos orientando os consumidores e lojistas a seguir todos os protocolos de prevenção como uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social dentro dos estabelecimentos e caso ocorra qualquer desconformidade estamos abertos a encerrar a promoção a qualquer momento”, diz a nota enviada a FVS. 

Com o intuito de manter a participação do Amazonas no movimento, o presidente da FCDL-AM, Azury Benzyon, acredita ser possível conseguir manter um ambiente de segurança com todos os cuidados e ao mesmo tempo fazer parte do evento tão importante para o comércio. 

No pedido a FCDL-AM ressalta que o evento não se trata de mega liquidação e sim de promoções pontuais que são feitas a nível nacional, e hoje o único Estado no Brasil que tem restrição nesse momento para esse tipo de ação é o Amazonas. Para a FCDL Amazonas, a condução do evento junto com os shoppings e o comércio central seria um evento-teste.

Em resposta ao pedido, o diretor presidente interino da FVS-RCP-AM, Cristiano Fernandes, liberou o evento, desde que os empreendimentos cumpram com as regras de prevenção definidas pelo governo do Estado, bem como as recomendações disponíveis pela FVS como o distanciamento social, uso correto das máscaras, distanciamento social, higienização de ambientes e superfícies.

Cautela 

O gerente de produtos da FVS-RCP-AM, Jackson Alagoas, destaca que o momento ainda é delicado e que ainda estamos vivendo um cenário de pandemia. Ele deixa claro que não se deve afrouxar as medidas de proteção à Covid-19. “A pessoa vacinada também deve fazer o uso irrestrito das máscaras durante as suas compras, manter o distanciamento social e aquelas demais medidas de higiene que a gente já sabe que garantem a proteção e a prevenção contra esse vírus. Nesse momento é importante essa retomada da economia, mas isso tem que acontecer de forma mais segura para todos, seja consumidores, comerciantes e os trabalhadores também”.

A FVS orienta ainda que é importante reforçar junto aos empregados e aos colaboradores que todos devem apresentar o comprovante com o esquema vacinal contra à Covid-19.

Números

A Semana do Brasil coincide com o feriado da Pátria. Neste ano, o evento ocorre de 3 a 13 de setembro. A campanha une o patriotismo realçando o mês de setembro às vendas. Em 2019, ano pré-pandemia,  os níveis das transações comerciais com a campanha chegaram a 43% e o movimento teve adesão massiva de 83 associações E de lá para cá  outras entidades associaram-se ao movimento. 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email