Nova presidente do BC promete estabilidade financeira ao país

A designada presidente do Banco Central argentino, Mercedes Marcó del Pont, afirmou na quinta-feira que, durante sua gestão, levará adiante políticas monetárias razoáveis e estabilizadoras, e também colaborará com um aprofundamento do modelo econômico do governo argentino.

“Impulsionaremos políticas cambiárias absolutamente razoáveis de estabilidade e aprofundamento do modelo econômico do governo”, afirmou Marcó del Pont em suas primeiras declarações à imprensa. A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou a designação da nova presidente do BC em entrevista à imprensa na noite de quarta-feira.

“Vamos seguir com uma política de tranquilidade no mercado de câmbios, do tipo de câmbio administrado. O país não tem qualquer condição objetiva para que haja alguma mudança e ajuste no tipo de câmbio”, acrescentou a funcionária, que deve ainda ter seu nome ratificado no Senado.

“Decidi designar como presidente do Banco Central Mercedes Marcó del Pont, uma funcionária muito importante que desempenhou um papel de grande destaque no comando do BN (Banco Nación)”, indicou a mandatária.
Marcó del Pont estava à frente do BN, instituição bancária mais importante da Argentina.

A nova presidente da autoridade monetária substitui Redrado, cuja destituição foi ratificada na quarta-feira por decreto de Kirchner, que havia recebido na noite de terça-feira de uma comissão legislativa um relatório negativo sobre o desempenho do ex-presidente.

Kirchner também anunciou a criação de um Conselho Econômico integrado pelo titular do BCRA e pelo ministro da Economia, semelhante aos conselhos de Brasil e Chile.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email