O Iteam (Instituto de Terras do Amazonas) lançou ontem, no município de Novo Aripuanã (a 227quilômetros ao sul de Manaus) o Fórum da Terra. O objetivo é reduzir os conflitos de terra na região e ampliar a participação popular e controle social na regularização fundiária. Também serão entregues 70 títulos provisórios para agricultores com lotes de até cem hectares, mas o fundamental será a implantação do fórum. “Não há implementação de uma política fundiária sem a participação dos setores organizados da sociedade. É um trabalho grandioso que precisa da participação de todos. O direito à terra é um direito constitucional, mas não pode acontecer de cima para baixo, como uma impostura. Este é uma forma de fazer o trabalhador rural também interagir e agir como um fiscal. É ele quem vive e conhece as pessoas próximas e, melhor do que ninguém, pode dizer quem de fato trabalha naquela terra há muitos anos ou está penas como laranja”, afirmou Sebastião Nunes, presidente da autarquia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email