Nestlé amplia canais para atingir mercado de baixa renda

A Nestlé Brasil torna-se referência mundial para o grupo com o desenvolvimento de diferentes ações para o segmento de baixa renda, uma de suas plataformas estratégicas para o crescimento. Em 2008, a empresa obteve incremento de 15%, com mais de R$ 1 bilhão em vendas nesta área.
A Nestlé Brasil vem atuando fortemente para estreitar seu relacionamento com os consumidores emergentes. As iniciativas têm por objetivo oferecer soluções acessíveis de Nutrição e Saúde, aumentar as oportunidades de negócios para a Nestlé junto às comunidades que compõem a base da pirâmide econômica e, paralelamente, proporcionar renda incremental e inclusão social, principalmente por meio da geração de empregos, a essa população.
“Nosso objetivo é crescer o dobro do PIB (Produto Interno Bruto), no entanto, o consumo de baixa renda tem se revelado muito promissor e já observamos um crescimento duplicado desta meta”, comenta o presidente da Nestlé Brasil, Ivan F. Zurita. O executivo acrescenta ainda que, com produtos presentes em 98% dos lares brasileiros, a Nestlé busca incessantemente novas formas de estreitar o relacionamento com seus consumidores.
Para o vice-presidente da Nestlé para a Zona das Américas (EUA, Canadá, Caribe e América Latina), Luis Cantarell, que visitou o país recentemente, um dos projetos que mais chama a atenção, que responde pelos dois principais mercados em volumes de vendas da Nestlé (EUA e Brasil), é o sistema de vendas porta-a-porta, um dos primeiros canais implementados sob a marca Nestlé Até Você. O projeto –orientado para geração de renda e inclusão social– teve início em 2006 e hoje conta com 6.000 mulheres que se dedicam às vendas de produtos Nestlé em regiões carentes. Com esse exército de vendedoras nas ruas, mais de 200 mil lares localizados nas regiões de menor poder aquisitivo são visitados quinzenalmente. Segundo Ivan Zurita, o número de mulheres à frente das vendas porta-a-porta deve chegar a 10 mil até o fim de 2009.
A empresa investe no desenvolvimento de produtos com características específicas para ­suprir carências nutricionais. Com a marca Ideal, o produto lácteo ­vendido especialmente nas regiões Norte e Nordeste é enriquecido de Ferro, Cálcio e vitaminas A, C e D. Neste conceito, o Cereal Ideal, lançado neste mês, é produzido à base de milho de soja, Vitamina A, Proteína e Cálcio. Os produtos são oferecidos em embalagens sachês, reduzindo o preço final. Também com foco no valor de desembolso, a Nestlé tem lançado produtos ­tradicionais em embalagens de custo mais baixo, tais como ­biscoitos Bono e Passatempo, sachês de Farinha Láctea, Mucilon, Nescau e Ninho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email