Nervosismo sobre a cena externa leva dólar a R$ 1,680

O mercado de câmbio inverteu a tendência matutina de baixa e encerrou os negócios de ontem apontando uma taxa mais alta: o dólar comercial foi vendido a R$ 1,680, com avanço de 0,53%.
Profissionais de corretoras afirmam que o mercado financeiro ficou perturbado com os indicadores contraditórios da economia americana: pela manhã, as solicitações pelo benefício do auxílio-desemprego foram inferiores ao esperado, mostrando um inesperado fortalecimento do emprego, num país à beira de uma recessão; pouco mais tarde, investidores voltaram a ficar assustados com a conseqüência da crise dos créditos “subprime”: duas empresas ligadas ao setor de hipotecas admitiram problemas para saldar compromissos financeiros.
“Esses números confundiram muita gente. Se a economia não está “morta’, será que o Federal Reserve (BC americano) vai voltar a cortar os juros? Na dúvida, o pessoal prefere mudar de posição mesmo (vender ações e comprar dólar)”, comenta Reginaldo Galhardo, gerente da mesa de câmbio da corretora Treviso. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi trocado por R$ 1,770 (venda), com estabilidade. A taxa de risco-país marca 262 pontos, número 6,07% superior.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email