Negócios reformulados vencem barreira do modismo em Manaus

Quem tem mais de 40 anos, nasceu e cresceu em Manaus cortando seus cabelos em barbearias. Adolescentes, passaram a conhecer os bares onde se vendia cervejas, sempre lotados de clientes. Há algumas décadas incorporou-se ao dia-a-dia do manauara o hábito de comer hambúrgueres (aqui batizados de X alguma coisa), e hot-dogs (batizados de kikão), porém, de uns tempos para cá, esses três segmentos sofreram um up, se modernizaram em busca de uma clientela cada vez mais exigente, mas principalmente porque, com o empreendedorismo em alta no país, barbearias, cervejarias e hamburguerias surgem a cada esquina da cidade, cada uma melhor do que a outra.

Jaime Mota investiu em alguns outros negócios antes da barbearia

Um serviço que existe há séculos

Jaime Mota se considera um empreendedor nato. Desenvolvedor de softwares, Jaime queria ter um negócio próprio. “Como estava na onda do SUP, comprei pranchas e passei a disponibilizá-las para quem quisesse brincar sobre elas, mas várias outras pessoas tiveram a mesma idéia, então resolvi investir em food trucks, e da mesma forma muita gente foi por esse caminho, sem falar que o investimento num food truck é alto e o retorno vem devagar”, contou.

“Pensei num segmento de serviços, e decidi por uma barbearia, que também tem muita gente abrindo, mas que não se trata de uma moda, pois está aí há séculos”, falou.

“Em 2016 abri a Barbearia Gentleman, aqui no Eldorado, nos padrões atuais, somente corte de cabelo e barba. Desde o começo tem sido um bom negócio”, garantiu.

A Gentleman tem quatro barbeiros. Jaime apenas administra o negócio. Seguindo a tendência das novas barbearias surgidas há poucos anos, tem bar e café onde são servidas bebidas quentes, cervejas e refrigerantes, mesa de sinuca, aparelhos de TV nos ambientes, fliperama e até uma seção de venda de camisas e acessórios de rock. Jaime é um roqueiro e se apresenta como um Hells Angells. Bem no meio do salão há um espaço para quem quiser expor sua moto.

“Como falei antes, é um bom negócio, mas por enquanto vou ficar somente com este espaço porque tem muita barbearia abrindo na cidade. Vamos deixar que o mercado selecione as melhores, aí vou pensar em abrir uma filial. Por enquanto, no máximo vou colocar outra cadeira aqui no salão”, adiantou.

Barão é um misto de restaurante, hamburgueria e cervejaria

Vende mais quem inova

George Costa abriu o Barão em 2014, no Parque das Laranjeiras, um misto de bar, restaurante, hamburgueria e cervejaria, “mas o foco principal são as cervejas artesanais”, disse.

“Além de vendermos cervejas industrializadas, também produzimos cervejas artesanais, principalmente para festas temáticas. A mais recente foi o Halloween do ano passado”, lembrou.

“Em 2015 o país começou a passar por aquela violenta crise econômica e, nos anos seguintes, o boom das cervejas artesanais meio que esfriou. Somente agora, que a crise está indo embora, o consumo voltou a melhorar”, falou.

“Atualmente Manaus conta com as cervejarias Batuta, Mahy e Rio Negro. O que mais vendemos aqui é chope e as cervejas da Rio Negro. São oito sabores, estilo americano, belga, e mesmo umas desenvolvidas por eles mesmos com pimenta, capim santo, e fazem muito sucesso porque são de altíssimo nível”, garantiu.

“Já cheguei a ter 350 rótulos de cervejas aqui no Barão, nacionais e importadas. Hoje tenho 50, porque está sendo mais lucrativo vender as cervejas fabricadas aqui mesmo, em Manaus. Lançamos o growler pet, uma vasilha que você pode encher de chope, ou cerveja, e levar para casa, e depois trazer de volta para reabastecer, e ainda com desconto no preço, além da tábua de degustação onde você pode saborear até seis sabores diferentes”, revelou.

“E ainda lançamos o KomBarão, um beer truck que leva chope e cervejas a casamentos, aniversários, formaturas e todo tipo de eventos. Nas Bandas de carnaval o KomBarão se fará presente. Vende mais quem inova nos seus serviços”, ensinou.               

Home´s Burguer funciona há quatro anos com movimento em alta

À frente dos concorrentes

Felipe Benvenuto inaugurou a Home’s Burger, no Vieiralves, há quatro anos e garantiu que nunca houve queda nas vendas. “Ao menos duas vezes por ano eu acrescento hambúrgueres novos ao cardápio. Ano passado todo mês tinha um item novo. O que agradava, ficava. Sempre estou bolando algo novo”, informou.

Atualmente o cardápio da Home’s tem nove hambúrgueres e dois hot dogs, “e além da hamburgueria, começamos a atender para almoço com a steak home, que é uma marca de carne exclusiva nossa. No almoço, steak; no jantar, hambúrgueres”, disse.

“Nesses quatro anos posso dizer que temos clientes fidelizados, que somem e depois aparecem, outros que nunca somem, e os novos, que surgem a todo momento. Você precisa agradar a todo tipo de cliente, como os vegetarianos, por exemplo. Temos um hambúrguer vegetariano cuja carne não é de nenhum animal. Trata-se de uma mistura de soja, grão de bico e sementes de girassol, e é um dos que mais vende”, explicou.

“Desde que abri a Home’s Burger, sempre vi novas hamburguerias surgindo em Manaus, mas parece que em 2018 abriram mais. E fico de olho em todas. O segredo, vou contar, é você estar sempre à frente dos concorrentes oferecendo novidades para seus clientes. Viajo muito a São Paulo e vou ao máximo de hamburguerias que posso, e sempre trago as novidades de lá para Manaus. É isso que o cliente quer: bons serviços com produtos de qualidade”, afirmou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email