Negócios criativos dominam o AM

Visando uma possível liderança do Amazonas no mercado nacional das indústrias criativas, o Sebrae-Am (Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas no Amazonas), estabeleceu um plano de ação com a finalidade de fomentar o setor, que atualmente conta com 1.083 empresas. Para potencializar este mercado, durante a “Feira do Empreendedor” que acontece entre os dias 24 e 27 de abril, serão promovidas palestras para os segmentos de moda, design, artesanato, arquitetura, manifestações populares (carnaval, festas juninas etc), audiovisual (cinema e vídeo), indústria de conteúdos digitais (internet), jogos eletrônicos e publicidade.
A economia criativa atualmente é responsável por colocar o Estado na oitava posição no ranking nacional no setor com base nas estatísticas do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), com mais de mil empresas, gerando um PIB (Produto Interno Bruto) equivalente a R$ 909 milhões, o que corresponde a 1,4% de tudo que é produzido no Estado.

Tendência regional
Nos últimos dez anos a economia criativa conquistou espaço nas discussões de órgãos e comunidades internacionais. A geração de trabalho, emprego e renda, além da promoção da inclusão social, da diversidade cultural e do desenvolvimento humano, estarão na pauta das palestras apresentadas na Feira. “A Feira leva o tema a discussão, é um bom começo para o que vemos como um novo caminho. Para nossa região é fundamental para o crescimento e o desenvolvimento econômico e social. A economia criativa representa essa busca pelo diferente, usando de nosso patrimônio imaterial, criando a partir do que é nosso, sem imitar o que é feito em outras regiões”, explica Denise Vasconcelos, que estará palestrando na abertura do evento.
Esse novo caminho, segundo a palestrante é motivado pelas dificuldades enfrentadas pela região, que obriga as empresas locais a serem inovadoras e criativas. “As dificuldades que vão da logística à falta de aviamentos, influem em nosso DNA. Tento dar a todos a noção da ‘inovatividade’, a inovação com criatividade”, conta Denise, que durante anos foi coordenadora do curso Superior de Tecnologia em Design de Moda em uma instituição de ensino superior de Manaus.
Para a palestrante, o evento do Sebrae e outros do tipo podem representar o incentivo que pode fazer com que o setor seja impulsionado de vez na região “O empresário precisa de orientação. Muitos fecham as portas por não terem este apoio, o que compromete rendimentos e é a causa de mortalidade de muitos empreendedores individuais. O Sebrae tem sido parceiro nessas ações orientadoras,” disse Denise.

Inovação e criatividade amazonense
Confirmando a tendência regional para a inovação e criatividade, o evento do Sebrae acontece em um mês atípico para economia local. Ainda na primeira quinzena do mês de abril, Manaus foi sede do Creative Arts (entre os dias 12 e 13), o primeiro evento de economia criativa da Região Norte, organizado pela Strategos Gestão Cultural e Sesc Amazonas e o Corecon-AM (Conselho Regional de Economia do Amazonas), anuncia para os dias 15 e 16 de maio o “Curso de Economia Criativa” que foi sucesso em 2013 no 20° Congresso Brasileiro de Economia.

Força do setor
Dados do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) indicam que os setores da Economia Criativa respondem por 8,54% dos empregos formais no país, com uma renda salarial de R$ 2.293,64. Essa média é 44% superior à média de remuneração nos demais setores da economia.
De acordo com o coordenador do Espaço Economia Criativa, José Gomes, a decisão do Sebrae de investir no segmento foi baseada em estudo desenvolvido, recentemente, que compreendeu levantamento de oportunidades de negócios e desenvolvimento empresarial para MPEs (micro e pequenas empresas). Os resultados serviram para a elaboração de planos de ação do Sebrae nas cidades-sede da Copa 2014.
A avaliação do setor foi feita no contexto de produção associada ao turismo. Além desse setor, também foram avaliados os segmentos de Construção Civil, Madeira e Móveis, Agronegócio e Serviços.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email