Natura muda para álcool orgânico

Rumo à meta de neutralizar, a partir deste ano, todas as emissões de carbono de sua cadeia de produção, a Natura dá mais um passo no desenvolvimento de produtos que utilizam matérias primas e processos sustentáveis. A empresa está substituindo o álcool comum pelo álcool orgânico em seus perfumes e desodorantes.

Produzido de forma sustentável e socialmente responsável, o álcool orgânico vem da cana-de-açúcar colhida sem queimadas, cultivada sem o uso de agrotóxicos e adubos químicos. Integrada a áreas de vegetação nativa, como pequenas matas, rios e lagos, a plantação do álcool orgânico conserva a biodiversidade local.

A inovação, já presente em cerca de 70% do portfólio de perfumes e desodorantes da empresa, chega agora nas duas novas fragrâncias: Natura Ekos Frescor de Castanha e Natura Homem Acqua.

Com essa iniciativa, a fabricante torna-se pioneira mundialmente na utilização em larga escala de álcool orgânico na fabricação de cosméticos. “É no cotidiano que as empresas exercem cidadania, seja na aquisição de matérias-primas que favoreçam o meio ambiente, no desenvolvimento social ou na escolha de tecnologias que geram economia de recursos naturais”, acredita Eduardo Costa, diretor de marketing da empresa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email