25 de fevereiro de 2021

Natura & Co entre as mais sustentáveis

O grupo Natura & Co, formado por Avon, Natura, The Body Shop e Aesop, está entre as companhias mais sustentáveis do mundo, de acordo com a 17ª edição do ranking Global 100, elaborado pela Corporate Knights, empresa canadense de mídia e pesquisa especializada em sustentabilidade corporativa. A Natura & Co ocupa a 40ª posição entre as 8.080 avaliadas, e é a primeira colocada na categoria Empresas de Cuidados Pessoais.

Essa foi a primeira vez que o grupo foi listado no ranking. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (25) em mesa-redonda virtual em que CEOs de quatro companhias – incluindo Roberto Marques, presidente-executivo do Conselho e principal executivo do Natura & Co – debateram a evolução para uma economia com zero emissões de carbono.

De acordo com a pesquisa, organizações sustentáveis são as mais longevas e tendem a demonstrar um desempenho financeiro superior. Nos últimos 15 anos, as companhias do Global 100 tiveram um retorno de investimento de 263%, acima de outros índices de mercado.

O Global 100 do Corporate Knights é baseado majoritariamente em dados públicos, e sua metodologia inclui até 24 indicadores-chave de performance, que contemplam temas como: receita de produtos e serviços alinhados a objetivos sustentáveis, diversidade de gênero na gestão, emissões de carbono, consumo de água, salários, segurança no trabalho, entre outros.

A classificação dessa edição também contou com novos indicadores, que destacam preocupações sociais, como licença médica remunerada, diversidade racial de executivos e conselheiros e investimentos com impacto socioambiental positivo.

No ano passado, o Natura & Co divulgou o documento “Compromisso com a Vida”, visão estratégica de negócios e sustentabilidade para 2030, que abrange metas de proteção à Amazônia, combate à crise climática, proteção aos direitos humanos e incentivo à economia circular.

Alguns dos objetivos da companhia incluem zerar emissões líquidas de carbono, reunir esforços coletivos para acabar com o desmatamento da Floresta Amazônica até 2025, aumentar a diversidade na liderança do grupo e promover a circularidade de embalagens, para que 100% de seus materiais sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email