Natal online movimenta R$ 2,2 bilhões

O Natal fez as vendas de final de ano crescerem no e-commerce brasileiro. De acordo com a e-bit, empresa especializada no setor, entre 15 de novembro e 24 de dezembro foram movimentados R$ 2,2 bilhões em vendas de bens de consumo, no país. Esse valor representa um acréscimo de 40% em relação ao mesmo período de 2009, quando o faturamento para a data sazonal foi de R$ 1,6 bilhões. Ao todo, foram realizados mais de 6 milhões de pedidos no mesmo intervalo de tempo.
Para o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti, o Natal trouxe bons frutos para o setor, em 2010. “Mais uma vez notamos uma franca evolução do e-commerce no natal. Essa data é uma grande aliada para o setor, contribuindo com grande fatia do faturamento. Por essa razão, em 2010 exaltamos o melhor Natal de todos os tempos no comércio eletrônico”, declara o executivo.
De acordo com Guasti, a demanda de compras do período natalino gerou necessidade de planejamento e investimento em estrutura e logística, por parte dos e-lojistas. “O volume de pedidos nessa época é intenso, já que as pessoas têm o hábito de dar muitos presentes, tanto para amigos, quanto para familiares. Notamos também que o e-consumidor está cada vez mais confiante em comprar produtos de maior valor agregado, como eletrodomésticos, eletrônicos e informática”, explica.
A categoria campeã de vendas foi eletrodomésticos, seguida por informática e saúde, beleza e medicamentos. Livros e eletrônicos ficaram na quarta e na quinta colocação, respectivamente, completando o ranking de volume de pedidos para o referido período.
O tíquete médio para a data ficou em R$370. Já o pico das vendas natalinas ocorreu no dia 14 de dezembro, onde foram realizados mais de 224 mil pedidos. No ano passado, o auge de vendas ocorreu no dia 16 de dezembro, com mais de 150 mil pedidos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email