27 de fevereiro de 2021

Muitos textos neste período têm iniciado suas frases com “dias difíceis estes” ou “período complicado o que estamos vivendo” ou ainda “quantos problemas temos enfrentado” ou mesmo, “nunca se viu tantas adversidades em um mesmo tempo”. Bem, ao certo é que a humanidade, cada ser à sua maneira, passou, tem passado ou vai passar por um período de escuridão. Escuridão de qualquer natureza, mas este se refere ao:  E agora? 

Eu não sei qual a sua escuridão hoje, mas quero falar da sua luz. Quero reforçar que você é um ser iluminado, nasceu para dar certo e tem todos os recursos internos para brilhar. Dependendo do que aconteceu com você nos últimos dias, deve ser muito difícil acreditar em cada umas dessas palavras, mas quero estimulá-lo a pensar que são verdadeiras e que a sua luz interna pode trazer claridade para você e para muitos a sua volta.

Quando você decide olhar para dentro, e viver a pessoa que vem de dentro para fora, encontrará uma intensidade forte como o sol para não mais precisar se esforçar para ser o que o mundo acredita que você precisa ser, mais ser o que nasceu para ser: Luz. Farol.

Decida ser a pessoa que sente que deve ser e só de imaginar, a alegria e a felicidade transbordarão em você, sem culpa, em paz e tranquilidade, mesmo que ao redor todo o caos esteja instalado. E de fato, parece que está.

Sua luz aparecerá em seu caráter, em sua personalidade e em seu temperamento para lidar da melhor maneira possível em todas as circunstâncias e poderá ser fonte de energia para tantos que não conseguem sair da escuridão. 

Caráter? Sim, a sua essência, as suas ações do dia a dia, fundamentadas em amor, justiça, honestidade, respeito e tantos outros valores que marcam o ser iluminado que conseguirá colocar em sua personalidade, postura de confiança, de ousadia para fazer acontecer, vitalidade para continuar lutando suas lutas e saindo das guerras que não são suas.

Sim, quando você decidir ser luz na escuridão e deixar seu caráter brilhar, terá a oportunidade de ver em sua personalidade as características favoráveis mais marcantes, pois suas ações estarão sendo guiadas pelo pensar, sentir e experimentar o mundo com uma influência interna positiva do viver para ser, e não pela pressão externa de fazer o que esperam que você faça. 

Pense como uma mudança profunda destas também mudará o seu temperamento, que é o que faz você reagir, sua forma emocional de lidar com os fatos e dados terá outro tempero, seu humor terá outro humor. 

Ser sua luz, é uma escolha de voltar-se para si e assim mover-se melhor para tantos outros que estão precisando de você. Ame-se, respeite-se, entenda que não precisa ser forte, que não tem que dizer sim para tudo, que nem sempre irá agradar, que alguns não vão gostar, que não importa o quanto você se importa, alguns, simplesmente não se importam. 

Seja luz para você, ilumine-se, clareie seu coração. Será dando amor para você que conseguirá transbordar de amor para o outro. E o quanto temos visto seres humanos incríveis contribuindo de maneira incandescente a vida de outros seres humanos fragilizados por uma doença e pelos desdobramentos que tem acometido todos nós. Isto é sobre ser luz. 

Não existe uma fórmula mágica para descoberta da sua luz interior, e assim a construção do seu “eu ideal” no mundo real, mas posso ensaiar 5 dicas que podem contribuir para este caminho de autoconhecimento:

– Primeiro – Estabeleça o seu “eu ideal”. Quem você sente que é. Qual a sua verdadeira essência. O que faz você alinhado com os seus valores mais profundos. Perguntas como: O que deixa você feliz, realizado, satisfeito? Onde você quer chegar? O que deseja profundamente conquistar? Qual legado gostaria de deixar na sua história? Qual transformação você quer deixar para o mundo?

– Segundo – Avalie o seu “eu real”. A pessoa que você é agora. O que você tem feito neste momento. Quais ações fazem parte da sua realidade hoje. Perguntas como: Quais são seus talentos? Em que você é verdadeiramente bom? Qual a impressão que os outros tem de você? Que resultados tem hoje em todas as áreas da sua vida? Quais papéis desempenha de maneira feliz e de acordo com seus valores? Quais papéis não gostaria de desempenhar e estão em desacordo com o que você realmente acredita?

– Terceiro – Planeje a mudança. Tendo consciência do ser humano que você é, e do ser humano que tem sido, qual a lacuna entre a pessoa do seu caráter na essência, da pessoa que se apagou pelas circunstâncias e necessidades da sobrevivência. Organizar estrategicamente o que precisa ser feito será um passo importante para eliminar os conflitos entre o ser que você é, daquele que você tem sido. Será o determinante para você brilhar de verdade.

– Quarto – Pratique novos pensamentos, sentimentos e ações. Quando você determina que mesmo em meio a escuridão, você brilhará e você enfrenta o olhar entre o que você nasceu para ser, e o que realmente tem se tornado, e propõe as mudanças, o único obstáculo para sua luz aparecer será você não fazer nada com esta constatação. Uma lâmpada nasceu para iluminar, mas será sempre um potencial sem a ação de  acender. Dedicar energia para ter novos comportamentos é o passo que transforma ser em fazer e fazer em ter. Seja luz para ter claridade!

– Quinto – Tenha uma rede de apoio. Quando você não se incomodar com o julgamento do outro. Quando você não fizer somente para agradar. Quando você escolher se relacionar com pessoas que amem você pelo que você é, descobrirá relacionamentos sinceros e verdadeiros que podem fortalecer o seu “eu iluminado”.

Em meio a toda escuridão, voltar-se para dentro é encontrar a luz que há de brilhar por todos os cantos, simplesmente porque você está no mundo para iluminar e isto não tem relação com ser estrela, mas em fazer parte da constelação.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email