MTur contempla Ilhabela como destino turístico

A cidade de Ilhabela, no litoral norte do Estado de São Paulo, foi inserida pelo Ministério do Turismo nos 65 destinos turísticos brasileiros contemplados nas metas do Plano Nacional do Turismo 2007-2010, lançado em junho deste ano em Brasília pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra do Turismo, Marta Suplicy.
O plano prevê as principais estratégias do governo para o setor nos próximos quatro anos. Por este motivo a cidade servirá de modelo de destinos indutores do desenvolvimento turístico regional. A informação foi divulgada pelo secretário nacional de Políticas de Turismo, Airton Pereira. O Plano Nacional do Turismo tem como meta número três estruturar 65 destinos turísticos com padrão de qualidade internacional.
De acordo com o ministério, o Programa de Regionalização do Turismo mapeou 200 regiões turísticas no país por meio de um trabalho articulado com os órgãos e fóruns estaduais de Turismo e selecionou os roteiros e regiões que apresentam condições de serem trabalhados para adquirirem um padrão de qualidade internacional de mercado, como é o caso de Ilhabela.
O objetivo é alcançar a marca histórica de 217 milhões de viagens internas/ano, em 2010. Em 2005, esse número foi de 139,59 milhões de viagens.
“Com a inclusão de Ilhabela nos mais importantes destinos do país, haverá até 2010 um grande aumento do turismo em nossa cidade. Serão milhões de dólares investidos em promoção internacional que aumentará muito a visitação de estrangeiros. Agora temos que capacitar nossa mão-de-obra com os recursos do Ministério do Turismo para que possamos atender a demanda futura”, considerou secretário municipal de Turismo e Fomento, Ricardo Fazzini.
O ministério priorizou destinos nos 87 roteiros selecionados em 116 regiões turísticas brasileiras e considerou as avaliações e valorações do Plano de Marketing Turístico Internacional (Plano Aquarela, no Nordeste), do Plano de Marketing Turístico Nacional (Plano Cores do Brasil), além de outros estudos e investigações sobre investimentos do governo federal e sobre as potencialidades desses destinos.
Com base nesse estudo, destacaram-se seis destinos turísticos que induzirão o desenvolvimento nos respectivos roteiros e regiões turísticas em todas as unidades federadas. Esses destinos devem ser trabalhados, até 2010, para servirem de modelos indutores para o desenvolvimento turístico-regional.
A cidade de Ilhabela foi a única na região do Vale do Paraíba e litoral norte escolhida pelo Ministério do Turismo entre os 65 destinos selecionados. As experiências da cidade devem ser multiplicadas para outros destinos que integram as regiões turísticas do país, de acordo com o Ministério do Turismo.
Essa prática já vem acontecendo, pois a Prefeitura de Ilhabela e a Secretaria Municipal de Turismo e Fomento têm como bandeira a regionalização do turismo. Exemplo é a disponibilidade do município em auxiliar a cidade de Ubatuba a recepcionar cruzeiros marítimos, já que Ilhabela tem experiência e é consolidada no segmento, além de ser considerada pelas operadoras como o melhor porto de parada.

Até 2008 padrão modelar deve ser alcançado

O Ministério do Turismo pretende estruturar um desses destinos até o fim de 2008 e alcançar o padrão modelar de qualidade por meio da atuação do próprio ministério e suas instituições parceiras, nos âmbitos nacional, estadual, regional e municipal.
Essa ação deve ser desenvolvida com base no princípio da sustentabilidade ambiental, sociocultural e econômica, trabalhando de forma participativa, descentralizada e sistêmica, estimulando a integração e a consequente organização e ampliação da oferta turística, segundo o ministério.
Contribuiu ainda para o processo de avaliação da meta o número de empresas cadastradas no Ministério do Turismo, incluindo agências de turismo, meios de hospedagem, flats, organizadores de feiras, eventos, espaços para eventos, parques temáticos, transportadoras turísticas, entre outras atividades. O cad

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email