Mostra Nacional de Robótica está com inscrições abertas

A Mostra Nacional de Robótica (MNR) será realizada entre os dias 17 e 21 de outubro, em Fortaleza (CE). O objetivo é valorizar o conhecimento interdisciplinar e integrado, estimulando a submissão de trabalhos na fronteira entre a robótica e outras áreas do conhecimento. Com isso, não é necessário saber construir um robô para participar, mas apresentar trabalhos que mantenham algum vínculo com a temática da robótica/automação. O caminho para as inscrições é o site do evento.
São aceitas iniciativas em diversas categorias, incluindo artes (desenhos de robôs, pinturas, colagens), ensino (abordagens pedagógicas interessantes com o tema da robótica), ciência (uso do tema robótica em atividades que promovam reflexão sobre reciclagem, física, química, tecnologias assistivas), competições de robótica ou atividades recreativas, além das diversas áreas técnicas da robótica (protótipos, elétrica, mecânica, computação).

Sobre a mostra

A MNR é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos, dedicada à divulgação dos trabalhos e ao apoio às atividades acadêmicas de escolas, professores e alunos, além da identificação de talentos brasileiros. Segundo um dos coordenadores, Alexandre Simões, a ideia surgiu a partir do anseio das instituições de ensino para a realização de uma atividade voltada à divulgação científica.
Ele conta que, há dez anos, o Brasil tem contado com eventos como a Competição Brasileira de Robótica, que reúne mais de 200 universidades e escolas. Outra iniciativa é a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), apoiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), que atende cerca de 50 mil alunos em todo o País.

Premiação

Os 48 melhores trabalhos são premiados com bolsas de Iniciação Científica Júnior do CNPq. “Os contemplados poderão fazer o desenvolvimento e o aprimoramento do seu trabalho, por um ano, com o professor na escola e um coordenador indicado pela mostra e voltarão, no ano seguinte, para apresentar o resultado”, explica Simões, que é engenheiro elétrico e professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp).
Além desses prêmios, a MNR distribuirá certificados e menções honrosas para os alunos, professores e escolas, e apoio financeiro (passagens/hospedagem) às escolas que necessitarem.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email