Moradores querem resgatar cultura e turismo em Itapuã

O bairro de Itapuã em Salvador (BA) é uma marca consolidada, conhecida em todo país. Para discutir a implantação do Projeto do Pólo de Cultura e Turismo do bairro e a sua revitalizar, o Sebrae na Bahia e parceiros promoveram evento durante a última semana.
“A cultura não morre, apenas está enterrada viva”. Com esta frase, o consultor do Sebrae/BA, Fernando Portela, definiu a situação em que se encontra o bairro de Itapuã, cantado em verso, prosa, pincel e esculturas por artistas como Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Vinícius de Moraes, Calazans Neto, Jorge Amado e Mário Cravo. Ele falou durante o evento para discutir o projeto que foi elabo-rado pela própria comunidade e parceiros. Portela destacou que as manifestações culturais e artísticas estão vivas, bastando apenas incentivá-las para aflorarem novamente.
O projeto foi elaborado a partir de diagnóstico e de pesquisa, realizados pelo Sebrae junto à comunidade. Esses trabalhos identificaram o interesse da população local em preservar suas lendas, tradições e cultura, além de revitalizar o turismo, evitando a continuidade do processo acelerado de degradação da região.
Após a apresentação das ações do projeto, os represen­tantes de instituições como Sesi, Desenbahia, Caixa Cultural, secretarias de cultura, tu­rismo, meio ambiente entre outras, falaram sobre as iniciativas e ações que podem articular para apoiar o projeto. Segundo a gestora de Cultura do Sebrae Bahia, Luciana Santana, o envolvimento dessas instituições é fundamental para a comunidade, pois somente estabe­lecendo parcerias será possível concretizar as ações propostas.
O Pólo de Itapuã possui nove projetos: festejos populares tradicionais de Itapuã, Resgate Cultural Vídeo, por meio de 35 videodocumentários, jornal e portal Itapuã Cultural, Jovens Condutores Culturais, Samba na Feira, Festival Alternativo de Itapuã pela Paz, Sarau de Itapuã, Cine Teatro, Festival Cultural e Gastronômico de Itapuã.
Itapuã é um dos bairros que mais cresce em Salvador, com população de mais de 200 mil habitantes. O bairro é uma das principais referências culturais e turísticas da cidade de Salvador. No entanto, nos últimos anos, vem sofrendo transformações com o crescimento desordenado da população e a perda progressiva da memória cultural.
Para fazer emergir e fortalecer a identidade cultural local e resgatar o turismo, o Sebrae, junto com a comunidade e parceiros institucionais, elaborou o Projeto do Pólo de Cultura e Turismo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email