Empreendedoras indígenas desenvolvem molho à base de tucupi preto e cogumelos nativos da região amazônica

Para os amantes da gastronomia amazonense e que gostam de novidades, hoje apresento o “Molho Urubé”, que é um molho especial produzido à base de tucupi preto com cogumelos nativos da região amazônica, conhecidos por urupés, espécie muito consumida na região do baixo Tapajós, que em Tupi significa “orelha de pau”. As idealizadoras do Molho Urubé são as empreendedoras Raquel Chaves, Mariane Chaves e Maria do Rosária Sousa (filhas e mãe, mulheres indígenas). Elas também estão em processo de transferência dessa “tecnologia” de produção para as mulheres da AMPRAVAT (Associação de Micro Produtores Rurais e Indígenas de Amorim a Vista Alegre do Tapajós). O Objetivo é fomentar o empreendedorismo e o empoderamento feminino para as mulheres indígenas da comunidade.

Para desenvolver o produto, as empreendedoras aliaram os conhecimentos ancestrais do consumo de algumas espécies de cogumelos agregados ao tucupi preto, que também é um alimento ancestral dos indígenas, que até hoje é consumido e vem sendo comercializado como manibé, aos conhecimentos técnicos e científicos, já que a Raquel Chaves é agricultora, pesquisadora e bióloga com mestrado em Botânica e doutoranda em Antropologia Social pela Universidade de Brasília. Mariane Chaves é agricultora, presidente da AMPRAVAT e agroecóloga, com mestrado em Agroecologia.  Além disso, a Maria do Rosário Sousa, mãe  de Raquel e Mariane, é agricultora e grande incentivadora do trabalho das filhas; além de ser líder e militante de movimentos sociais. As empreendedoras são indígenas da etnia Tupinambá do Tapajós!

É bom dizer que o molho pode ser consumido com todo tipo de macarrões, bem como, com carnes, peixes, saladas, dentre outros tipos de alimentos. Isso porque esse molho possui um sabor agridoce do tucupi agregado à suculência dos deliciosos cogumelos nativos. Então se você tem um paladar apurado, vale a pena saborear o molho. 

A Mariane tem trabalhado bastante para ampliar as parcerias e colocar o produto nas prateleiras dos mercados, empórios e outros estabelecimentos comerciais, e vencer o desafio da sazonalidade. “Nosso desafio maior é encontrar um meio de conservar os cogumelos, uma vez que a disponibilidade dos mesmos na floresta é limitada, pois eles são encontrados mais facilmente durante o período chuvoso, portanto, precisamos encontrar meios de prolongar a vida útil da nossa matéria-prima”, Mariane destaca.

Mas, enquanto isso, o trabalho não para e as empreendedoras buscam iniciar acordo com o projeto Saúde e Alegria para construção de um novo e maior espaço para a produção, e vencer os desafios impostos por esses tempos de crise. E se você ficou com vontade de experimentar a iguaria, o produto está sendo comercializado diretamente pela AMPRAVAT, via Instagram (@ampravat.manibe) e WhatsApp, e em Santarém, no ponto “Açaí do Alemão”.

Precisa de um coração novo? Startup francesa vende!

Se você tem problemas cardíacos sérios e aguarda um transplante de coração, essa é uma ótima notícia.  A nascente francesa Carmat, especializada em tecnologia médica, anunciou que no segundo trimestre deste ano, irá iniciar a comercialização dos corações artificiais. A prótese imita as funções de um coração humano e conta com quatro válvulas biológicas que ajudam no fluxo do sangue. A Carmat foi fundada em 2008 e sempre focou em corações artificiais para pacientes que sofrem de insuficiência cardíaca terminal. No mundo, cerca de 26 milhões de pessoas possuem a doença e a sobrevivência é inferior a 50% após cinco anos. Haja coração!

Plataforma disponibiliza dados sobre a COVID-19 

Toda vez que o assunto se refere às informações sobre os casos de COVID-19 no Amazonas a gente fica em dúvida: são informações desencontradas, dados ultrapassados ou, pior, fake news! De agora em diante, a população amazonense tem à disposição uma nova plataforma digital que está disponível para o monitoramento diário de todos os dados da pandemia. Através do painel público é possível saber como está o andamento da vacinação da população de Manaus, o comparativo de casos de Manaus e do interior, e até previsões de cenários futuros com Inteligência Artificial. A tecnologia foi desenvolvida pela empresa RedMaxx e conta com o apoio da Associação do Polo Digital de Manaus. As informações disponibilizadas no painel têm como fonte a Prefeitura Municipal de Manaus e a Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas e os dados são analisados por uma plataforma chamada de RedData Big Data Analytics, onde é usada para extração, carga, normalização e análise de dados. Para acompanhar as informações e só acessar o link (https://bigdata.redmaxx.com.br/v/covid19AM).

Cibersegurança está no topo da lista de prioridades das empresas

Pesquisa realizada pela consultoria IDC Brasil mostra que cibersegurança não é apenas assunto sério, mas que figura, na visão dos empresários, como essencial  para a segurança da operação. De acordo com o levantamento, o tema está no topo da lista de prioridades entre os investimentos em tecnologia para 61% das 75 empresas brasileiras pesquisadas, aumento de 11 pontos percentuais se comparado ao ano de 2019. E mais, os investimentos com tecnologia e telecomunicações no Brasil devem avançar 7,1% este ano, somando US$ 64,4 bilhões. Já em relação aos gastos com softwares e equipamentos de segurança, a pesquisa mostra que os valores somarão US$ 900 milhões em 2021, um avanço de 12,5% em relação a 2019. As ofertas de segurança na nuvem devem representar 23% dos investimentos em segurança! Vamos torcer para que os 39% das empresas que não colocaram a cibersegurança como prioridade consigam se safar dos ataques cibernéticos! 

RÁPIDAS & BOAS 

A Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp) recebe, até a segunda-feira (22), inscrições para os cursos de mestrado e doutorado (stricto sensu) em biotecnologia. O processo seletivo ocorrerá na sexta-feira (26). O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia se destina a graduados nas áreas de ciências da saúde, biológicas, exatas, agrárias, engenharias e tecnologias, como biólogos, biotecnólogos, farmacêuticos, médicos, nutricionistas, odontologistas, fisioterapeutas, químicos, agrônomos, veterinários, engenheiros, matemáticos, analistas de sistemas e profissões correlatas. Outras informações no portal (https://bityli.com/WlV1J). 

******************************

O Instituto Creathus está com 13 vagas de emprego abertas em diversas áreas relacionadas à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Para citar algumas: teste, scrum, projetos, hardware, software, desenvolvimento, design, dentre outras! Você encontra todas as vagas disponíveis até o momento no link (https://lnkd.in/d-t7HTd)

******************************

A FINEP está com a chamada pública MCTI-FINEP (Programa 2030 – Rede ICT)  com inscrições abertas para o primeiro ciclo de seleção até a quarta-feira (31 de março). Serão selecionadas as propostas visando à criação de uma rede de Instituições de Ciência e Tecnologia capacitadas a atuar nos segmentos de segurança veicular, proteção ao meio ambiente, eficiência energética e qualidade de veículos automotores e autopeças. Mais informações no portal (https://buff.ly/36hgVqV).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email