Modernização do Eduardo Gomes é discutida por políticos em Brasília

A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional vai realizar hoje uma audiência pública para discutir a modernização e ampliação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, bem como sua transformação em hub (ponto para início e conclusão de vôos de longa distância, de onde são realizadas conexões) da região Norte.
A audiência atende a requerimento do deputado federal Carlos Souza (PP-AM). O parlamentar destacou que houve grande incremento da demanda no aeroporto de Manaus devido ao grande fluxo de turista voltado ao ecoturismo, entre outras atividades comerciais.
Para a audiência pública foram confirmadas as presenças do major-brigadeiro do ar, Ramon Borges Cardoso, diretor -geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro; o coronel-aviador Carlos Eurico Peclat dos Santos, comandante do 4º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo; Milton Sérgio Silveira Zuanazzi, diretor-presidente da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil); o comandante Célio Eugênio de Abreu Júnior, assessor das Secretarias de Segurança de Vôo e Relações Internacionais do Sindicato Nacional dos Aeronautas; e Ann Pontes, presidente da Paratur (Companhia Paraense de Turismo).

Economia em expansão

Carlos Souza pretende, durante a audiência, demonstrar que a economia da região Norte, em especial, a economia do Estado do Amazonas, está em excelente fase. Exemplo disso é o faturamento que as empresas do PIM (Pólo Industrial de Manaus) atingiram em 2007, 16,3% a mais em relação ao ano de 2006.
“O crescimento econômico do Amazonas trouxe um aumento no movimento de carga aérea, incluindo importações e exportações. Da mesma forma, a aviação comercial também teve seu movimento aumentado e todo esse crescimento, implica numa série de demandas que devem ser atendidas”, afirmou Souza.
O parlamentar disse ainda que é urgente a necessidade de modernizar e ampliar a infra-estrutura do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, tendo em vista, que Manaus é um ponto turístico forte para a região amazônia.
“Manaus é a pujança da nossa economia. Esse aeroporto é o segundo que mais arrecada para a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária). Mas, infelizmente, os recursos não estão sendo direcionados para a modernização do mesmo”, disse Souza.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email