Miopia no Marketing do Varejo

No varejo nacional e na mente de muitos consumidores desavisados, a sensibilidade sempre foi vista como artefato de segunda linha no campo de atuação do marketing institucional, ocasionando a miopia atestada por vários autores e profissionais. Uma boa parte dos grandes comerciantes e proprietários de pequenos, médios e alguns grandes negócios têm uma visão limitada do Marketing, ocasionada, na maioria das vezes, pela experiência sem atualização.
O fato é que a grande maioria dos negócios prósperos no comércio, cresce em função dos que compram e não dos que vendem, ocasionando, em muitos casos, um crescimento que mais poderia ser comparado a uma inchação momentânea que um crescimento sustentável. Caso queiramos fazer um teste para saber se estamos inchados ou crescidos, respondamos à seguinte questão: Quando enfrentamos uma retração de mercado, ocasionada por qualquer motivo menos grave, mas que exija decisões gerenciais, que medidas se tornam prioritárias nos mandamentos de nossa gestão: O realinhamento de objetivos ou o corte de custos?
Se a resposta for o corte de custos, começando por treinamento, pessoal e passando por cafezinho, economia de papel higiênico e corte nos prêmios por resultados alcançados, estamos inchados, pois os reajustes citados, em alguns momentos, são importantes, mas em nenhum caso estruturado é prioritário. Se a resposta foi o realinhamento de objetivos e estratégias do planejamento da empresa, o crescimento experimentado garante a mudança sem muitas seqüelas organizacionais. Já em relação ao mercado, para a empresa, em último caso, em função das intempéries do mercado mundial ou local, a redução de custos poderá ser uma opção a implementar.
Diante de tal condição, as empresas lutam com todas as forças para superar dificuldades, que vão desde a falta de qualificação de mão-de-obra para o comércio até a miopia empresarial de alguns profissionais no mercado.
Talvez nos falte sensibilidade para perceber a verdadeira vocação do Marketing. Talvez, Kotler tenha criado seus postulados com intenções de interpretações abertas sobre o Marketing, justamente para não cair em contradição ou ser incongruente com esta ou aquela realidade. Uma visão ampliada do Marketing, vem tornando o assunto modular dentro das instituições, onde as responsabilidades agregadas passam, rigorosamente, pelas atribuições de cada gestor de áreas nas empresas, e não apenas de um departamento. Sem o conhecimento da técnica e a valorização dos profissionais de Marketing e do comércio, nenhuma empresa consegue efetivamente crescer sustentavelmente.

Somente com treinamentos planejados e sistemáticos com foco nas necessidades dos clientes (internos e externos) ao negócio, a excelência neste campo de estudo será alcançada.
A miopia empresarial pode ser curada com tratamentos de choque, que proliferam a contratação de profissionais no mercado, experientes na mudança de cultura. A questão, nesses casos, é que um serviço “não se põe à mesa”; existem muitos “falsos profetas” do Marketing, e é difícil a sua identificação até que o mesmo expresse suas características.
Podemos utilizar processos de atualização interna dos colaboradores e do próprio profissional ou dono do negócio. Esse empreendimento demanda um pouco mais de tempo na consecução de resultados e, em muitas ocasiões, até deflagra uma reestruturação em certas áreas que estavam mal atendidas. Apesar disso, têm resultados perenes e garantidos.
A melhor estratégia é a de perceber o mercado. Kotler derivou todo o seu estudo do Marketing da satisfação do cliente; a percepção do que o mercado precisa, levou grandes empresas à perpetuação de suas estratégias. Diferentemente, a sua falta ou a errada interpretação de suas necessidades (percepção míope), resultou no fracasso de empreendimentos e estratégias que pareciam verdadeiramente vencedoras.
As grandes empresas expressam claramente suas predileções por decisões femininas para grandes embates empresariais e no fechamento de ne

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email