Ministro quer leiloar concessão de porto

O governo federal pretende leiloar a primeira concessão à iniciativa privada de um porto público no segundo semestre deste ano.
Segundo o ministro Leônidas Cristino, da Secretaria Especial de Portos, o primeiro projeto a ser oferecido aos investidores privados deverá ser o segundo porto em Manaus (AM), cuja licitação seria no passado mas acabou adiada.
“O atual porto já está operando com muitas restrições”, justificou o ministro a jornalistas nesta quinta-feira.
O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva criou uma nova regra que permite que investidores privados obtenham concessão para construir e operar novos portos, em um modelo semelhante ao adotado para novas usinas hidrelétricas.
Segundo Cristino, os investidores que vencerem o leilão para construir o segundo porto de Manaus terão que investir cerca de R$ 1,4 bilhão no terminal, que será localizado perto da zona industrial da cidade. O novo porto vai movimentar principalmente contêineres.
“Mas também poderá ser multiuso para granéis líquidos e sólidos”, completou o ministro.
Cristino se reuniu nesta manhã com o ministro dos Esportes, Orlando Silva, para discutir as obras de construção de terminais de passageiros em 7 portos, com objetivo de receber turistas na Copa do Mundo de 2014.
Os investimentos brasileiros, que podem chegar a R$ 1 bilhão, contemplarão os portos de Santos, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, e Manaus.
A intenção da Secretaria de Portos é concluir a construção dos terminais de passageiros até o final de 2013.
No caso dos portos de Santos e do Rio de Janeiro deverá ser necessário trabalho em esquema de três turnos para que o prazo seja atendido.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email