Ministro confirma ida ao Senado

O ministro foi convidado, na última terça-feira, por senadores da Comissão de Meio Ambiente a falar do caso

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou ontem, que irá a comissão do Senado para explicar a acusação de que teria tentado impedir a realização de sindicância instalada pelo governo para investigar a atuação de Rosemary Noronha, ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo.
Indiciada por formação de quadrilha, ela foi exonerada do cargo em dezembro. Mesmo assim, o governo abriu uma comissão de sindicância para investigar administrativamente sua conduta.
O ministro foi convidado, na última terça-feira, por senadores da Comissão de Meio Ambiente a falar do caso. O pedido é autoria do líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), pede, no requerimento, que Carvalho preste esclarecimentos sobre a “investigação paralela” conduzida pela Secretaria Geral da Presidência sobre a atuação de Rosemary.
“Acho absolutamente natural que o Senado faça esse convite e vislumbro, enxergo nesse convite uma forma para mim absolutamente tranquila e muito positiva de esclarecer informações que uma matéria irresponsável de uma revista que, por falta de pesquisa e cuidado na apuração, não detectou a verdadeira natureza da atuação da Secretaria-Geral no episódio”, afirmou Carvalho.
A data para sua explanação ainda não foi marcada. O ministro disse, contudo, que não há “preocupação” da parte do Palácio do Planalto sobre a questão.
“A Secretaria de Controle Interno da Presidência da República (‘Siset’), que é o órgão de acompanhamento da Secretaria-Geral, apenas cumpriu seu papel de correição exatamente de zelar para que o processo instalado corretamente na Casa Civil fosse feito de modo a não oferecer alternativas que depois seja contestado na Justiça”, explicou o ministro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email