19 de abril de 2021

Ministro avalia nova redução de IPI e prepara ajuda à pequena empresa

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse na quarta-feira que o governo federal já estuda novas medidas para o combate à crise econômica, o que inclui mais desonerações tributárias e a criação de um fundo para garantir empréstimos a pequenas e médias

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse na quarta-feira que o governo federal já estuda novas medidas para o combate à crise econômica, o que inclui mais desonerações tributárias e a criação de um fundo para poder garantir empréstimos a pequenas e médias empresas.
“Temos feito desonerações e continuaremos a fazê-las, principalmente aquelas que tenham eficácia mais rápida. A equipe econômica está avaliando medidas”, afirmou o ministro durante audiência pública na Câmara sobre a crise econômica.
O ministro não detalhou quais os setores que seriam beneficiados, mas disse que serão aqueles ligados ao consumo. “A desoneração do IPI a gente não anuncia antes, anuncia depois, para não prejudicar o setor”, explicou.
O governo já teria decidido zerar a alíquota de IPI (Imposto de Produtos Industrializados), durante três meses, de quatro dos principais itens da chamada linha branca de eletrodomésticos: geladeiras, fogões, máquinas de lavar e tanquinhos.
Questionado pelos deputados sobre a redução de custos não-tributários, o ministro afirmou que os preços dos fertilizantes e do diesel -este controlado pela Petrobras- devem cair, acompanhando o preço internacional do petróleo.

Pequena empresa

Mantega falou também sobre a criação de um fundo que garanta os empréstimos dos bancos para médias e pequenas empresas. Segundo o ministro, com a escassez de crédito provocada pela crise economia, esse segmento foi o mais “sacrificado”.
De acordo com dados do ministério, as grandes empresas estão hoje com 80% a 90% do crédito normalizado. Já as pequenas e médias estão com menos de 50% do volume que havia antes de setembro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email