Ministério lança censo aquícola

O MPA (Ministério da Pesca e Aquicultura) deu início no último dia 7 às atividades de coleta de dados para descobrir a real situação do país quanto à produção aquícola. Divididas em cinco fases, a execução do Censo Aquícola Nacional tem apoio do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação).
A necessidade do Censo Aquícola Nacional foi definida pelo ministro Altemir Gregolin como urgente. “Não temos estatísticas de produção de ostras, por exemplo, que é uma atividade mais recente”. Além disso, explicou o Gregolin, os resultados nos darão uma base geral de informações sobre a característica dos empreendimentos aquícolas do país, espécies produzidas, tipos de cultivo e de produção, entre outros. “Servirá como base para fazermos o Censo anualmente”, continuou Gregolin.
O Censo contará com a participação de 227 coletores de dados em todo o país, orientados por 26 coordenadores estaduais e cinco regionais. Todos os coordenadores bem como os coletores de dados estarão identificados com crachá, camiseta e boné. As informações serão mantidas em segredo e de uso exclusivo do MPA.
A realização do Censo prevê investimentos de R$ 4,5 milhões, entre contratação de coletores e coordenadores, aquisição de material, passagens e diárias, além de material de consumo e de divulgação. A meta do Ministério da Pesca e Aquicultura é terminar o levantamento das informações até dezembro para divulgar os dados em fevereiro de 2010.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email