1 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Milagres na Bienal de São Paulo

De 2 a 10 de julho acontece a 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo depois de dois anos sem acontecer, devido à pandemia, e tem uma amazonense lançando livro no evento, a compositora, publicitária, jornalista, fotógrafa, poeta e agora escritora Milena di Castro.

A Bienal Internacional do Livro de São Paulo é organizada pela Câmara Brasileira do Livro e reúne várias editoras brasileiras e estrangeiras para promover seus lançamentos e outros títulos. É um dos maiores acontecimentos literários da América Latina.

“Não havia pensado em escrever um livro, pois sou da área musical. Em 1996 e 1997 até participei de coletâneas de poesias, mas desde então a literatura permaneceu latente em mim”, contou Milena.

Na Bienal, Milena irá lançar ‘O livro do milagre – você é capaz’. O título sugere um texto de auto-ajuda, daqueles livros que enchem as prateleiras das livrarias mas, apesar de realmente mostrar como as pessoas podem superar seus piores problemas e angústias, a história de ‘O livro dos milagres’ descreve fatos vividos pela própria Milena sem falar que alguém muito poderoso e especial pediu que ela escrevesse o livro: Deus.

“Em 2021, em plena pandemia, com familiares e amigos morrendo a todo instante, eu estava na minha cozinha quando ouvi uma voz dizendo para eu escrever o livro contando essa história que ocorrera dez anos antes comigo. Quem quiser acredite, mas eu consigo conversar com Deus”, falou.

Um mendigo especial

Em 2011 Milena sofreu um acidente de carro quando, presa ao cinto de segurança, sua cabeça bateu fortemente no vidro lateral causando uma fratura grave em sua coluna cervical. Na mesma época ela foi demitida do bom emprego que tinha e não possuía recursos para fazer, de imediato, a cirurgia para reparar os danos em sua coluna. Precisou esperar três sofridos anos para finalmente conseguir a cirurgia pelo SUS, e fora de Manaus, em Curitiba. É a partir desse momento que Milena, acredita, os milagres começaram a acontecer em sua vida.

“Uma noite muito fria, alguns dias antes de me operar, eu comprara frutas e rumava para a casa onde estava morando quando vi um mendigo na rua agasalhando uma criança. Fui até lá para dar as frutas para aquela criança, mas não era uma criança. Eram apenas panos. O mendigo era um negro, desdentado”, contou.

“Conversando, contei-lhe que era de Manaus. Ele perguntou por que eu vinha de tão longe, do Amazonas? Estranhei ele saber que Manaus era no Amazonas quando tanta gente estudada não sabe. Me pediu que orasse para ele. Eu disse que não tinha Bíblia naquele momento, então puxou de seus trapos uma Bíblia novinha cujas letras douradas da capa reluziam e começou a orar sobre minha cabeça. Disse que quem me operaria não seriam os homens, mas Deus. Naquela noite fria, me senti simplesmente aquecida e maravilhada, agradeci e fui embora”, revelou.

O que Milena não esperava é que, durante a cirurgia, o mendigo apareceria para ela, não mais como um mendigo, mas o resto da história, só lendo o livro que será lançado na Bienal.

Sucesso em pouco tempo

Milena di Castro, “quem quiser acredite, mas eu consigo conversar com Deus”

Depois de enviar os originais de seu livro para 40 editoras, cinco se interessaram, mas só uma interessou a Milena, a Editora Illuminare, de Santa Catarina.

“Eles me disseram que ficaram maravilhados com aquela história e que o livro poderia resultar em palestras, inclusive na Argentina, onde a editora possui uma filial. De quebra, conseguiram que eu participasse da Bienal. Em pouco tempo meu primeiro livro fez sucesso, mesmo com forças negativas atuando para que eu não conseguisse editá-lo, principalmente, acredito, porque é um texto de linguagem fácil, que irá ajudar pessoas a sair da depressão ou enfrentar as situações do dia a dia, não importa a dificuldade”, revelou.

Milena recordou que, em 2016, teve um AVC, e ficou com problemas de cognição e falta de memória, mas que após começar a escrever o livro, toda a história acontecida dez anos antes veio à tona e ela montou o ‘esqueleto’ dos textos, do início ao fim dos acontecimentos.          

‘O livro do milagre – você é capaz’ será lançado no dia 7, no estande da Editora Scortecci; no dia 8, no estande da Editora The Books; e no dia 9, na Livraria da Vila, no Shopping Center Norte. Em Manaus, o lançamento está previsto para agosto. Foi editado em português e em castelhano, por sugestão de Milena, para que venezuelanos possam lê-lo. 

A revisão do livro de Milena foi feito por Gracy Drumond, prefácio de Robério Braga, e capa da artista plástica Rosa dos Anjos. Apoiaram a publicação a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Samel, Alan Nuguette, Di Castro Comunicação e Eventos, e Riffs Academia de Música. 

“O enfoque do livro é completamente na esperança versando, a todo momento, sobre mudanças de pensamento, revolta, e esperança de dias melhores”, concluiu.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email