Microsiga aposta em pacote de BI

O grupo TOTVS investiu R$ 59 milhões para o desenvolvimento da décima edição do software de solução empresarial Protheus. O produto foi lançado em Manaus na última sexta-feira e está sendo comercializado pela Microsiga Software, marca pertencente a holding latino-americana. Devido às inovações do sistema, a filial amazonense espera aumentar sua carteira de clientes em 20% até o fim do ano.
Conforme afirmou a diretora da unidade local da Microsiga, Margareth Araújo de Souza, a empresa conta com uma base ativa de 180 clientes em Manaus e devido ao lançamento, a previsão é que esse número aumente entre 15% e 20% até dezembro. “A antiga versão era o Protheus 8, ou seja, este novo modelo é uma espécie de dois em um, com muitas inovações as quais vão não apenas aprimorar e facilitar o controle e a gestão dentro de empresas, por isso estamos apostando muito no Protheus 10”, enfatizou.
Segundo a diretora, a maior mudança ocorrida na ferramenta diz respeito a sua interface, que passa a integrar diversos programas como painéis indicadores, gráficos, banco de dados e até o pacote do Microsoft Office, onde estão inclusos o Microsoft Word, Excel, Power Point e outros.
“A equipe da matriz da Microsiga foi até os Estados Unidos e se reuniu com executivos da empresa norte-americana e acabou assinando um contrato exclusivo para o uso integrado do Office. Esse é um dos grandes diferenciais do Protheus 10, todos os programas necessários no dia-a-dia corporativo já são nativos a ele, diferentemente da versão antiga”, explicou Margareth.

Fácil utilização

De acordo com a executiva, a integração de todas estas ferramentas em um único software possibilitará uma navegação simples e ágil pelo usuário, pois será possível percorrer todo fluxo de informações através de um mesmo sistema. “O Protheus 10 foi concebido para comportar todos os elementos do chamado Business Inteligence e deste modo foi criada uma plataforma que disponibilizasse quaisquer tipos de serviços requeridos pelo setor de gestão de uma corporação”, complementou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email