10 de abril de 2021

Micro e pequenas empresas ganham incentivo em RO

A ideia é que o desenvolvimento de empresas de menor porte ajude a estimular e criar novos polos tecnológicos nas áreas de alimentos, confecção, móveis e minerais não metálicos.

Com o objetivo de incentivar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas em Rondônia, um acordo com o Ministério da Ciência e Tecnologia destinará R$ 3 milhões para promoção de atividades de pesquisa e desenvolvimento de processos voltados para a inovação na região. A ideia é que o desenvolvimento de empresas de menor porte ajude a estimular e criar novos polos tecnológicos nas áreas de alimentos, confecção, móveis e minerais não metálicos.
“É preciso atender o mercado internacional conforme as exigências impostas, assim como as demandas internas”, afirma o gerente do departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplan), Francisco Maciel. A iniciativa espera, através de investimento em infraestrutura e capacitação de empreendedores, fomentar o processo de inovação de serviços e produtos do Estado e, consequentemente, aumentar exportações e a competitividade local.
Para Maciel, o acordo com o Ministério da Ciência e Tecnologia, em parceria com a FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), vai ampliar a capacidade de exportação das empresas locais que já atuam ou têm interesse de entrar no mercado internacional. “A inovação tecnológica possibilita a expansão da capacidade de comercialização e aumenta a concorrência das empresas de Rondônia”.
Desenvolvimento estimula empreendedorismo
Ainda que recente, a vocação desenvolvimentista de Rondônia tem contribuído para que a região seja foco cada vez mais frequente de investimentos e políticas de incentivos para empreendedores. No início de abril, por exemplo, um acordo com o Banco da Amazônia destacou mais de R$ 600 milhões para estimular mais de 9 mil negócios, especialmente voltados à agricultura, pecuária, comércio e serviços.
Desde a chegada das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, há dois anos – os maiores investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do governo federal –, Rondônia tem se mostrado o Estado que mais cresce no Brasil. O Estado já concentra dois de cada três empregos criados na região Norte e criou mais de 30 mil novos postos de trabalho em 2009. No mesmo ano, mais de 5 mil novas empresas foram criadas em Rondônia

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email