Meta da Anfavea é exportar 1 milhão de carros nacionais por ano até 2017

A indústria automobilística brasileira quer vender anualmente 5 milhões de veículos no mercado doméstico até 2017 e exportar cerca de 1 milhão de unidades. No caso das vendas externas, a meta só será possível com um programa de incentivo que foi apresentado ao governo federal nesta segunda-feira(22), batizado de Exportar-Auto, uma alusão ao Inovar-Auto, que estabelece metas para melhorar a eficiência dos carros nacionais.
Ao tomar posse oficialmente nesta segunda na presidência da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), para um mandato de três anos, o diretor da General Motors, Luiz Moan, disse que, ao atingir a meta, “o Brasil voltará a ser uma plataforma de exportação de produtos automotivos”. Segundo ele, será um “sinal de que conseguimos de volta a competitividade necessária para o setor”.
Moan lembrou que há sete anos o Brasil exportava quase 900 mil veículos para diversos mercados. Em 2012, foram 442 mil e, este ano, a projeção é de 420 mil unidades. “No curto prazo queremos estancar a queda das exportações e depois ir crescendo gradualmente até atingir 1 milhão de unidades, o equivalente a cerca de 20% da produção prevista até 2017.”
Moan disse que um dos itens a ser sugerido para o Exportar-Auto é a desoneração de impostos “não repassáveis ou não compensáveis” embutidos no custo do automóvel.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email